Da CondiĆ§Ć£o Humana

Todos sofremos.
O mesmo ferro oculto
Nos rasga e nos estilhaƧa a carne exposta
O mesmo sal nos queima os olhos vivos.
Em todos dorme
A humanidade que nos foi imposta.
Onde nos encontramos, divergimos.
Ɖ por sermos iguais que nos esquecemos
Que foi do mesmo sangue,
Que foi do mesmo ventre que surgimos.