Recentes

M√ļsica Da Morte

A musica da Morte, a nebulosa,
Estranha, imensa musica sombria,
Passa a tremer pela minh’alma e fria
Gela, fica a tremer, maravilhosa…

Onda nervosa e atroz, onda nervosa,
Letes sinistro e torvo da agonia,
Recresce a lancinante sinfonia,
Sobe, numa vol√ļpia dolorosa…

Sobe, recresce, tumultuando e amarga,
Tremenda, absurda, imponderada e larga,
De pavores e trevas alucina…

E alucinando e em trevas delirando,
Como um √ďpio letal, vertiginando,
Os meus nervos, let√°rgica, fascina…

Não devemos lutar contra a opinião de ninguém, mas pensar que, caso tentemos dissuadi-lo de todos os absurdos em que acredita, chegaremos à idade de Matusalém sem ter terminado.

A vida √© uma escola. Estamos aqui para aprender compaix√£o, n√£o-viol√™ncia, f√© e caridade. Estamos aqui para desaprender as emo√ß√Ķes negativas como medo, raiva, inveja e gan√Ęncia.

Os ciumentos n√£o precisam de motivo para ter ci√ļme. S√£o ciumentos porque s√£o. O ci√ļme √© um monstro que a si mesmo se gera e de si mesmo nasce.

O meu objectivo nunca foi de apenas criar uma empresa. Muitas pessoas interpretam mal esta minha afirmação, como se eu não quisesse saber de receitas ou lucro ou qualquer coisa deste género. Mas aquilo que para mim significa não ser apenas uma empresa é criar algo que realmente faça uma grande mudança no mundo.

Não há uma ideia nascida do espírito humano que não tenha feito correr sangue sob a Terra.

A √ļnica diferen√ßa que existe entre um capricho e uma paix√£o eterna √© que o capricho √© muito mais duradouro.

Os Poetas Tornam a Vida mais Leve

Os poetas, na medida em que tamb√©m querem tornar mais leve a vida das pessoas, ou desviam o olhar do trabalhoso presente ou ajudam o presente a adquirir novas cores, gra√ßas a uma luz vinda do passado que fazem irradiar sobre ele. Para poderem faz√™-lo, t√™m eles pr√≥prios de ser, em muitos aspectos, seres voltados para tr√°s: de maneira que se os pode utilizar como pontes para chegar a tempos e concep√ß√Ķes muito distantes, a religi√Ķes e civiliza√ß√Ķes em vias de extin√ß√£o ou j√° extintas. (…) √Č certo que h√° algumas coisas desfavor√°veis a dizer quanto aos meios de que eles se servem para aligeirar a vida: apenas sossegam e curam provisoriamente, s√≥ de momento; at√© impedem as pessoas de trabalhar na realidade por uma melhoria da sua situa√ß√£o, precisamente enquanto suprimem e descarregam, por meio de paliativos, a paix√£o dos insatisfeitos, que incitam √† ac√ß√£o.