Frases sobre Arte

718 resultados
Frases de arte escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

A arte consiste em fazer os outros sentir o que nós sentimos, em os libertar deles mesmos, propondo-lhes a nossa personalidade para especial libertação.

Se eu a formulasse, a minha defini√ß√£o de obra de arte seria: ‘Uma obra de arte √© um √Ęngulo da cria√ß√£o vista atrav√©s de um temperamento’.

A amizade é desnecessária, como a filosofia, como a arte… Ela não tem valor de sobrevivência, mas sim, é uma daquelas coisas que dão valor à sobrevivência.

As artes e as ciências históricas são modos de experimentação nos quais nossa própria compreensão da existência entram diretamente em ação.

Toda a arte e toda a filosofia podem ser consideradas como remédios da vida, ajudantes do seu crescimento ou bálsamo dos combates: postulam sempre sofrimento e sofredores.

A boa educação é a arte de dissimular a boa opinião que cada um tem de si mesmo e a má que tem dos outros.

Nenhuma arte simula a vida como o cinema. Todavia, n√£o √© uma vida. Tamb√©m n√£o √© propriamente uma arte. Porque √© uma acumula√ß√£o, uma s√≠ntese de todas as artes. O cinema n√£o existia sem a pintura, sem a literatura, sem a dan√ßa, sem a m√ļsica, sem o som, sem a imagem, tudo isto √© um conjunto de todas as artes, de todas sem exce√ß√£o.

A absoluta catolicidade de gosto não deixa de ter os seus perigos. Só um leiloeiro deve admirar todas as escolas de arte.

Eloquência é a arte de persuadir oralmente os tolos de que o branco é a cor que parece ser. Inclui o dom de fazer qualquer cor parecer branca.

A arte… Do tra√ßo ao vis√≠vel… vindo do imagin√°rio… equil√≠brio sustentado pelas ideias… do distante ao presente.

Eu cheguei à conclusão que a espera pela arte, como a espera pelo amor, é uma doença que nos cega, e que nos faz esquecer aquilo que nós já conhecemos, obscurecendo a realidade.

Isto poder√° parecer estranho, mas as artes t√™m entre si uma profunda alma t√£o unida que as fei√ß√Ķes caracterizadoras duma s√£o, por vezes, intimamente compar√°veis √†s fei√ß√Ķes caracterizadoras da outra: nada mais parecido com a m√ļsica de Mozart do que a pintura de Rafael; nada mais parecido com a poesia de Dante que a escultura de Miguel √āngelo. E porque n√£o? Todas as fei√ß√Ķes se parecem a exprimir o amor, a curiosidade, o terror: as artes s√£o apenas as fei√ß√Ķes do belo ideal.

√Č not√°vel que toda a obra de f√īlego, pelo qual um indiv√≠duo se institui mestre na sua categoria, √©, ao mesmo tempo, obra de emo√ß√£o e de pensamento, cont√©m tanto uma forma de arte como uma f√≥rmula de filosofia.