Frases sobre Espírito

666 resultados
Frases de espírito escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

O espírito se enriquece com aquilo que recebe; o coração, com aquilo que dá.

A religião é o suspiro da criança acabrunhada, o coração de um mundo sem coração, assim como também o espírito de uma época sem espírito. Ela é o ópio do povo.

A arte é expressão plástica do espírito. O espírito, só, não é arte. A plástica, só, também não é arte.

Numa Europa incapaz de questionar-se a si pr√≥pria, a postura hoje mais comum √© a de uma resigna√ß√£o que tocou o fundo. Escusado ser√° dizer que nenhum estado de esp√≠rito poderia convir melhor a um projecto imperial alem√£o que deixou de dar-se ao trabalho de se disfar√ßar: ainda o jogo ia no princ√≠pio, e j√° o t√≠nhamos perdido…

Trazes turbado o esp√≠rito, n√£o conseguindo entender como √© poss√≠vel que uma vingan√ßa justa tenha sido mais tarde justamente punida…

O silêncio está tão repleto de sabedoria e de espírito em potência como o mármore não talhado é rico em escultura.

Os que possuem o esp√≠rito de discernimento sabem quanta diferen√ßa pode mediar entre duas palavras parecidas, segundo os lugares e as circunst√Ęncias que as acompanhem.

A síntese do espírito de finura pode transformar-se na essência da não-verdade.

Um espírito bem cultivado é, pode dizer-se, feito por todos os espíritos dos tempos precedentes; foi um espírito só, em suma, cultivado durante esse tempo todo.

Que fora a vida, se nela não houvesse lágrimas? Os desgraçados na sua miséria conservam sempre olhos que saibam chorar. A dor mais tremenda do espírito quebrantam-na as lágrimas.

O mal que algumas palavras t√™m n√£o √© o que significam directamente. O mal s√£o as conota√ß√Ķes. N√≥s dizemos ¬ęespiritualidade¬Ľ, dizemos ¬ęesp√≠rito¬Ľ, que n√£o sabemos o que √©. √Č que ningu√©m pode apresentar uma defini√ß√£o de ¬ęespiritualidade¬Ľ que seja convincente. Tenho a impress√£o de que as palavras atrapalham muito.

Chamamos perigosos àqueles cujo espírito é diferente do nosso e imorais aos que não têm a nossa moral.

A arte √© a contempla√ß√£o: √© o prazer do esp√≠rito que penetra a natureza e descobre que ela tamb√©m tem uma alma. √Č a miss√£o mais sublime do homem, pois √© o exerc√≠cio do pensamento que busca compreender o universo, e fazer com que os outros o compreendam.

A curiosidade, instinto de complexidade infinita, leva por um lado a escutar às portas e por outro a descobrir a América; Рmas estes dois impulsos, tão diferentes em dignidade e resultados, brotam ambos de um fundo intrinsecamente precioso, a actividade do espírito.