Passagens de Masaharu Taniguchi

827 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Masaharu Taniguchi para ler e compartilhar. Os melhores escritores estão em Poetris.

Deves acreditar em Deus que está dentro de ti mesmo, presente em todos os seres e em todas as coisas, vivificando-os, e não em Deus distante, separado do ser humano.

Não invejes o próximo. Nem te acomodes à situação atual. Almeja o tesouro infinito que existe em teu interior e avança com determinação para extraí-lo. Este é o melhor caminho para teu desenvolvimento.

Fracasso ou êxito, perda ou lucro – são apenas cenas representadas pela Vida no efêmero palco do mundo fenomênico.

Se a água fica turva quando o peixe se vai, é porque este esbarra em algo. Se não esbarrar, a água permanecerá limpa.

De que valem as teorias a respeito de Deus? O mais importante é despertares para o grande fato de que tu próprio és Deus.

Se escondes os teus pecados é porque ainda pensas que o pecado tem existência real. Ainda pensas que foi teu ‘Eu verdadeiro’ que cometeu o pecado. Respeita mais o teu ‘Eu verdadeiro’. Insulta o ‘falso eu’, enxota-o e anula-o.

Uma idéia que lampeja na mente, dependendo de sua natureza, pode nos conduzir ao êxito ou ao fracasso. O importante é sabermos como conceber, num lampejo, uma idéia genial – uma inspiração divina.

Não penses que somente a doença e a infelicidade constituem avisos de Deus. Pode-se dizer que tudo quanto a vista possa alcançar representa avisos de Deus manifestados através de nossa mente, pois tudo é projeção da mente.

Não deve existir segredos entre marido e mulher. Marido e mulher devem viver com o coração aberto um para o outro.

Desde a antiguidade, costuma-se dizer que em casa onde existe pé de nêspera não cessam de ocorrer doenças na família. Mas, por outro lado, diz-se que as folhas de nespereira curam muitas doenças. É curioso: folhas que servem como remédio para muitas doenças, também atraem muitas doenças. os mortos devem ser enterrados no cemitério junto ao templo, e ali deve ser plantada uma nespeira. Isto está de acordo com a lei mental segundo a qual ‘as coisas e os fatos atraem aquilo que têm afinidade.

O que dificulta a cura é sobretudo a atitude mental de se prender à doença. No tratamento médico em si não existe benefício nem malefício; mas, se um médico que desconhece a Verdade cuidar do enfermo, dará demasiada ênfase à doença, o que fará com que a mente dos familiares do paciente fique presa à doença, e isso se torna um malefício.

Não lamentemos os fatos insignificantes. O que mais devemos lamentar é a nossa pequeneza, que nos faz afligir com fatos insignificantes.

Não esperes a compaixão dos outros; não digas que estás sofrendo quando não estás. Se o disseres, atrairás uma situação de sofrimento merecedora de compaixão.

O ‘Eu verdadeiro’ é originalmente isento de ilusão; portanto, não há necessidade de despertar da ilusão.

Devemos fazer distinção entre imagem ilusória e natureza verdadeira; quando negamos terminantemente a imagem ilusória e afirmamos categoricamente a natureza verdadeira plena de harmonia, o aspecto imperfeito reconhecido pelos cinco sentidos desaparece por completo e manifesta-se o ‘Eu verdadeiro’ perfeito, harmonioso e absolutamente livre.

Deves cuidar bem dos objetos alheios como se fossem teus; do contrário, teu coração não estará em sintonia com a vontade de Deus. Em todas as coisas se aloja a Vida de Deus; por isso, aquele que não tem zelo por uma folha de papel ou uma xícara que seja, é uma pessoa que não ama a Deus. Vendo-se os pratos trincados na cozinha, pode-se perceber a escassez de amor da pessoa que deles cuida.