Frases sobre PaixĂŁo

388 resultados
Frases de paixão escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

O prazer e a dor e os que os produz, o saber, o bem e o mal, são os eixos em que assentam todas as nossas paixÔes.

Sem paixão, o homem é mera força e possibilidade latentes, como a rocha que espera o choque do ferro antes que ela possa mostrar sua faísca.

O conceito de amor Ă© tanto mais definido e claro quanto mais sentimentos considerados vizinhos englobar, tais como amizade, esperança, fĂ©, saudade, paixĂŁo, etc. mas que num amor autĂȘntico se fundem numa sĂł realidade. Um sĂł sentir. Em mais do que um coração.

Idealmente, a missĂŁo da crĂ­tica seria ajudar a ler. Em teoria, o crĂ­tico serĂĄ um leitor mais atento do que os outros. NĂŁo tem necessariamente que emitir juĂ­zos de valor. Temos tendĂȘncia a gostar sĂł dos que sĂŁo da nossa famĂ­lia, as ideias confundem-se com as nossas paixĂ”es.

As paixÔes são como as ventanias que incham as velas do navio. Algumas vezes o afundam, mas sem elas não se pode navegar.

O amor Ă© um estado essencialmente transitĂłrio. É como uma enfermidade. Tem a sua fase de incubação, o seu perĂ­odo agudo, a sua declinação e a sua convalescença. É um facto reconhecido e ratificado por todos os fisiologistas das paixĂ”es.

Tento ser, à minha maneira, um estóico pråtico, mas a indiferença, como condição da felicidade, nunca teve lugar na minha vida, e se é certo que busco afincadamente o sossego do espírito, também é certo que não me libertei nem pretendo libertar-me das paixÔes.

O meu defeito não são as paixÔes que tenho, mas a minha falta de controlo sobre elas.

Não hå nada como as paixÔes e as grandes paixÔes para elevar a alma às coisas grandes.

Dai Ă s paixĂ”es todo o ardor que puderdes, aos prazeres mil vezes mais intensidade, aos sentidos a mĂĄxima energia e convertei o mundo em paraĂ­so, mas tirai dele a mulher, e o mundo serĂĄ um ermo melancĂłlico, os deleites serĂŁo apenas o prelĂșdio do tĂ©dio.

Deu-se conta entĂŁo de que, se nĂŁo quisesse passar a vida num estado de permanente tortura, tinha de apagar da memĂłria a imagem da famĂ­lia e abandonar-se por inteiro Ă  paixĂŁo intensa, quase mĂłrbida, que lhe inspirava a alegria descontraĂ­da de Margot.