Passagens de Stendhal

121 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Stendhal para ler e compartilhar. Os melhores escritores est√£o em Poetris.

O amor é uma flor delicada, mas é preciso ter a coragem de ir colhê-la à beira de um precipício.

A primeira ventura que o amor d√° existe no primeiro aperto de m√£o da mulher que amamos.

O amor é como a febre, nasce e extingue-se sem que a vontade tome minimamente parte nele.

Saber que um rival √© amado j√° √© bastante cruel, mas receber a confiss√£o do amor que ele inspira feita pela pr√≥pria mulher que se ama √© sem d√ļvida o c√ļmulo do sofrimento.

√Č mesquinho passarmos a vida a dizer de que maneira os outros foram grandes.

Todas as religi√Ķes s√£o fundadas no medo de muitos e na esperteza de uns poucos.

Mulher fria é aquela que ainda não se encontrou com aquele a quem poderia amar.

Andar sem amor pela vida √© como ir para o combate sem m√ļsica, como empreender uma viagem sem um livro, como fazer-se ao mar sem estrela-guia.

√Č um argumento dos aristocratas, esse dos crimes que uma revolu√ß√£o implica. Eles esquecem-se sempre dos que se cometiam em sil√™ncio antes da revolu√ß√£o.

O que torna t√£o aguda a dor provocada pelo ci√ļme, √© que a vaidade n√£o pode ajudar a suport√°-lo.

Um bem pequeno grau de esperança é suficiente para causar o nascimento do amor.

N√£o tenho 20 lu√≠ses de renda por ano e encontrei-me lado a lado com um homem que tem 20 lu√≠ses de renda por hora e ainda assim riam dele… Um espet√°culo como esse cura a gente da inveja.

A Bíblia é um livro para ser acreditado pelo cego e não discutido.

A boa m√ļsica nunca se engana, e vai direita, buscar ao fundo da alma o desgosto que nunca devora.

Têm-se Deveres Conforme o Alcance do Espírito

Em quase todos os acontecimentos da vida, uma alma generosa v√™ a possibilidade duma ac√ß√£o de que uma alma comum n√£o tem a mesma ideia. No pr√≥prio instante em que a possibilidade dessa ac√ß√£o se torna vis√≠vel para a alma generosa, √© de seu interesse lev√°-la a cabo. Se n√£o executasse essa ac√ß√£o que acaba de lhe surgir no esp√≠rito, desprezar-se-ia a si pr√≥pria; seria infeliz. T√™m-se deveres conforme o alcance do esp√≠rito. (…) √Č contra a natureza do homem, √© imposs√≠vel para o homem n√£o fazer sempre, e em qualquer momento que se queira examin√°-lo, o que nesse momento √© poss√≠vel e lhe d√° prazer.