Cita√ß√Ķes de Franz Kafka

259 resultados
Frases, pensamentos e outras cita√ß√Ķes de Franz Kafka para ler e compartilhar. Os melhores escritores est√£o em Poetris.

A Humildade é a Base da Sociedade

A humildade oferece a todos, mesmo ao que se desespera na solid√£o, a rela√ß√£o mais forte com o semelhante, e, na realidade, imediatamente, mas, com certeza, s√≥ no caso da humildade completa e duradoura. Ela √© capaz disso por ser ao mesmo tempo a verdadeira linguagem da ora√ß√£o e a mais s√≥lida das liga√ß√Ķes. A rela√ß√£o com o semelhante √© a rela√ß√£o da prece; a rela√ß√£o consigo mesmo, a rela√ß√£o do esfor√ßo para alcan√ßar algo; a energia para esse esfor√ßo √© extra√≠da da ora√ß√£o.

Podes conhecer outra coisa que não seja a fraude? Fosse ela um dia obstruída, tu de modo nenhum poderias olhar para lá a não ser que quisesses tranformar-te numa estátua de sal.

Os esconderijos são inumeráveis, a salvação apenas uma, mas as possibilidades de salvação, por sua vez, são tantas quanto os esconderijos. Existe um objectivo, mas nenhum caminho; o que chamamos de caminho é hesitação.

O Instante Decisivo da Evolução Humana

O instante decisivo da evolução humana dura sempre. Eis porque os movimentos espirituais e revolucionários declaram nulo tudo o que os precede produzido outrora, fazem-no com razão porque ainda nada foi.

Tudo é fantasia, a família, o escritório, os amigos, a rua, tudo fantasia, mais longe ou mais perto, a mulher; mas a verdade que está mais perto é só esta, é bater com a cabeça na parede de uma cela sem janelas e sem portas.

As sereias, porém, possuem uma arma ainda mais terrível do que seu canto: seu silêncio.

Não descubro em mim nada a não ser mesquinhez, indecisão, inveja e ódio contra os que estão a lutar e a quem eu apaixonadamente desejo todo o mal.

Apenas se deveriam ler os livros que nos picam e que nos mordem. Se o livro que lemos n√£o nos desperta como um murro no cr√Ęnio, para qu√™ l√™-lo?

De alguma forma eu lutava contra sensa√ß√Ķes que continham pura abstra√ß√£o e nenhum gesto dirigido ao mundo atual.

Quem, dentro do mundo, ama o próximo, não está mais nem menos certo do que quem, dentro do mundo, se ama a si mesmo. Resta só a pergunta sobre se o primeiro deles é possível.

√Č poss√≠vel que a raz√£o e o desejo descubram primeiro aos meus olhos o perfil n√ļ do futuro, e que eu de facto me mova passo a passo para este mesmo futuro apenas debaixo dos seus empurr√Ķes e dos seus golpes inexor√°veis?

A Consolação no Trabalho Literário

A consola√ß√£o estranha, misteriosa, talvez perigosa, talvez salvadora, que h√° no trabalho liter√°rio: √© um salto para fora da fila dos assassinos, √© um ver o que realmente se est√° a passar. Isto acontece atrav√©s de um g√©nero mais elevado de observa√ß√£o, um g√©nero mais elevado, n√£o mais penetrante, e quanto mais alto menos ao alcance da ¬ęfila¬Ľ, quanto mais independente se torna, tanto mais obediente √†s suas pr√≥prias leis de movimento, tanto mais incalcul√°vel, mais alegre, mais ascendente √© o seu curso.

Os homens tornan-se maus e culpados porque falam e agem sem antever os resultados de suas palavras e atos.

A maneira boa, forte, com que o judaísmo separa as coisas. Há lá lugar para uma pessoa. A pessoa vê-se melhor, a pessoa julga-se melhor.

Influenciar o Estado de Espírito

Nunca √© poss√≠vel anotar e avaliar todas as circunst√Ęncias que influenciam o estado de esp√≠rito do momento, que at√© est√£o activas dentro dele, e que finalmente est√£o activas na pr√≥pria avalia√ß√£o, por isso √© falso dizer que ontem me senti decidido, que hoje estou desesperado. Estas diferen√ßas apenas provam que a pessoa deseja influenciar-se a si pr√≥pria, e t√£o longe de si pr√≥pria quanto poss√≠vel, escondida por detr√°s de preconceitos e fantasias, criar temporariamente uma vida artificial, tal como algu√©m, por vezes, a um canto da taberna, suficientemente escondido por detr√°s de um pequeno copo de u√≠sque, inteiramente s√≥ consigo pr√≥prio, se entret√©m com imagina√ß√Ķes e sonhos improv√°veis e falsos.

A criatura ineficaz, hesitante, fr√°gil ‚Äď um telegrama arrasa-o, uma carta leva-o logo a p√īr-se de p√©, reanima-o, o sil√™ncio que se segue √† carta lan√ßa-o para a apatia.

Um dos meios de sedu√ß√£o mais eficazes do mal √© a exorta√ß√£o √† luta. √Č como a luta com mulheres, que termina na cama.

Compreender a felicidade de que o solo sobre o qual tu te manténs não pode ser maior que os dois pés que o cobrem.

S√≥ alusivamente √© que a linguagem pode ser usada para tudo o que est√° fora do mundo dos sentidos, mas nunca comparativamente, nem mesmo de forma aproximada, uma vez que ela s√≥ trata, correspondendo ao mundo sensorial, da propriedade e das suas rela√ß√Ķes.