Frases sobre Massa

62 resultados
Frases de massa escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

√Č atrav√©s do desenvolvimento dos indiv√≠duos que se efectuam as massas, e pelas massas se realizada o conjunto. No entanto, existem duas principais formas de desenvolvimento que, embora utilizados de diversas formas, e designados por nomes diferentes, n√£o utilizam uma causa comum para alcan√ßar o mesmo resultado. Ambas as formas s√£o a unidade e a separabilidade, atra√ß√£o e repuls√£o, a forma√ß√£o e dissolu√ß√£o, a vida e a morte.

Nada √© mais repugnante do que a maioria, pois ela comp√Ķe-se de uns poucos antecessores en√©rgicos; velhacos que se acomodam; de fracos, que se assimilam, e da massa que vai atr√°s de rastros, sem nem de longe saber o que quer.

Não será que deveríamos cuidar melhor da vida das massas? Porque a verdade é que o caracol nunca deita fora a sua concha. O povo é a concha que nos abriga. Mas pode, repentemente, tornar-se no fogo que nos vai queimar.

Para fazermos a revolução necessitamos dum partido revolucionário. Sem um partido revolucionário, sem um partido fundado na teoria revolucionária marxista-leninista, é impossível dirigir a classe operária e as grandes massas do povo à vitória sobre o imperialismo e os seus lacaios.

Deviam parar com a demagogia sobre as massas. As massas s√£o rudes, sem prepara√ß√£o, ignorantes, perniciosas em suas reivindica√ß√Ķes e influ√™ncias. N√£o precisam de lisonjas mas de instru√ß√£o.

Uma enorme massa de gente não está sobre a terra para mais do que dar à luz, após longos e misteriosos cruzamentos de raças, um homem que, entre mil, possua alguma independência.

A fun√ß√£o da juventude depende do lugar em que residem. Por exemplo: para que servem os rapazes e as mo√ßas da Am√©rica? Resposta: para consumirem maci√ßamente. E os corol√°rios desse tipo de consumo s√£o: comunica√ß√Ķes em massa, publicidade em massa. Narc√≥ticos em massa (sob a forma de televis√£o, tranquilizantes, pensamentos positivos e cigarro). Agora que a Europa tamb√©m ingressou na produ√ß√£o em massa, para que servir√£o os seus rapazes e mo√ßas? Para consumirem maci√ßamente, exatamente como a juventude da Am√©rica. [‚Ķ] O destino da mocidade deve ser apenas se desenvolver harmoniosamente e se transformar em adultos plenamente realizados.

Obras-primas n√£o s√£o fruto de um nascimento solit√°rio. Elas s√£o a conseq√ľ√™ncia de v√°rios anos de pensamento em comum, de tal modo que a experi√™ncia da massa est√° por tr√°s de uma √ļnica voz.

O riso √© a mais √ļtil forma da cr√≠tica, porque √© a mais acess√≠vel √† multid√£o. O riso dirige-se n√£o ao letrado e ao fil√≥sofo, mas √† massa, ao imenso p√ļblico an√≥nimo.

Uma das causas principais do analfabetismo das massas é o facto de que, hoje, quase todo o mundo sabe ler e escrever.

√Č uma complica√ß√£o se quem faz a massa do bolo √© o sapateiro e quem costura as botas √© o doceiro.

A magnitude de um ‘avan√ßo’, inclusive, se mede pela massa daquilo que teve de lhe ser sacrificado; a humanidade enquanto massa sacrificada ao florescimento de uma mais forte esp√©cie de homem – isto seria um avan√ßo…

Só erra quem produz. Mas, só produz quem não tem medo de errar. As massas humanas mais perigosas são aquelas em cujas veias foi injetado o veneno do medo. Do medo da mudança.

O que a mídia de massa oferece não é arte popular, mas entretenimento que é destinado a ser consumido como comida, esquecido, e substituído por um novo prato.

As massas gostam de ver alguém responsável, que fala de uma forma responsável. Gostam, e é por isso que evito discursos de agitação.