O Indivíduo não é Simplesmente Racional

O homem concreto, o indiv√≠duo, n√£o √© simplesmente racional. Certamente n√£o √© privado de raz√£o, mas possui-a num grau mais ou menos elevado; talvez jamais chegue √† posse total da raz√£o inteira; n√£o √© menos certo que pode ser desprovido de raz√£o, que se encontram animais que tudo t√™m do homem no sentido das defini√ß√Ķes cient√≠ficas, mesmo a linguagem, e que n√£o possuem o essencial no sentido do fil√≥sofo: loucos, cretinos, homines minime sapientes.