A ImaginaĆ§Ć£o Humana Ć© Imensamente Mais Pobre que a Realidade

A imaginaĆ§Ć£o humana Ć© imensamente mais pobre que a realidade. Se pensamos no futuro, vemo-lo sempre desenvolver-se segundo um sistema monĆ³tono. NĆ£o pensamos que o passado Ć© um multicolor caos de geraƧƵes. Isto pode tambĆ©m servir para nos consolar dos terrores causados pela Ā«barbĆ”rie tĆ©cnica e totalitĆ”riaĀ» do futuro. Nos cem anos mais prĆ³ximos poderĆ” produzir-se uma sequĆŖncia de, pelo menos, trĆŖs momentos, e o espĆ­rito humano poderĆ”, sucessivamente, viver na rua, na prisĆ£o e nos jornais.
O mesmo se pode dizer do futuro pessoal.