Textos sobre Mundo de Alfred Armand Montapert

7 resultados
Textos de mundo de Alfred Armand Montapert. Leia este e outros textos de Alfred Armand Montapert em Poetris.

Sucesso sem Riqueza

Muita gente confunde sucesso com amealhar dinheiro. Embora o sucesso acabe por levar √† riqueza, √© muito mais que isso. √Č uma atitude mental e espiritual – um estado de consci√™ncia – de que o dinheiro √© um sub-produto acidental. Sucesso √© um modo de viver. Estamos neste mundo para ter sucesso como seres humanos. Uma pessoa bem sucedida tem paz de esp√≠rito, est√° satisfeita com os talentos que Deus lhe deu, e sente-se feliz em us√°-los e aplic√°-los para seu benef√≠cio. A procura de uma vida melhor, e a realiza√ß√£o de um objectivo digno, √© a mais satisfat√≥ria das actividades humanas.
(…) Uma vida bem sucedida n√£o √© f√°cil. √Č constru√≠da sobre qualidades fortes – sacrif√≠cio, dilig√™ncia, lealdade e integridade. A corrida nem sempre √© ganha pelo mais r√°pido nem a batalha pelo mais forte; a vit√≥ria vai muitas vezes para o mais temer√°rio e o mais persistente. O maior obst√°culo no caminho do sucesso n√£o √© a falta de intelig√™ncia, de car√°cter ou de for√ßa de vontade. √Č a incapacidade para levar o trabalho at√© ao fim.

Pensamento e Acção

O movimento não é progresso, assim como a actividade não é realização. O esquilo na sua gaiola rotativa faz movimento e mostra actividade sem chegar a parte alguma. Quem se deixa ir ao sabor das ondas pode ter grande actividade mas mover-se para trás. A sua energia pode dissipar-se, como o vapor de água no espaço vazio, se falar demais sobre os seus planos. Seja um executor, não um falador.
¬ęPense¬Ľ, sim, mas n√£o divague at√© outra pessoa pensar, resolver e agir. O homem que tem de ser convencido a agir antes de entrar em actividade n√£o √© um homem de ac√ß√£o… tem de agir conforme respira. Proceda como se fosse imposs√≠vel falhar. S√≥ as suas ac√ß√Ķes determinam e mostram o seu valor. Se ficar recostado e quieto a ver o mundo passar – o mundo passa mesmo. N√£o h√° nenhuma for√ßa do destino a planear a vida dos homens. O que nos sucede, de bom ou de mau, √© quase sempre o resultado da nossa ac√ß√£o ou da falta dela. A ac√ß√£o √© a base de qualquer realiza√ß√£o.

As Atitudes Mentais s√£o mais Importantes que a Capacidade Mental

Tudo, na sua vida, depende da sua atitude. A felicidade n√£o depende de coisas √† sua volta, mas da sua atitude. √Č uma lei que importa recordar. As nossas atitudes controlam as nossas vidas. S√£o uma for√ßa secreta a labutar vinte e quatro horas por dia, para o bem ou para o mal. √Č importante sabermos como domesticar e controlar essa grande for√ßa. As atitudes mentais s√£o mais importantes que a capacidade mental. As atitudes afectam o corpo; criamos um clima dentro de n√≥s e √† nossa volta com as nossas atitudes. Tenha uma atitude agrad√°vel, afectuosa e amistosa.
S√©neca, o s√°bio romano, afirmou: – ¬ęUm homem pode governar o mundo inteiro e continuar infeliz, se n√£o sentir que √© supremamente feliz¬Ľ.
Que beleza existe no mundo em que vive? Ora bem, √© t√£o belo como a sua atitude mental. Resolva ter uma atitude feliz, confiante, en√©rgica, positiva, entusi√°stica. A disposi√ß√£o interior, mais que qualquer outra coisa, pode dar a perspectiva adequada e a faculdade para resolver qualquer situa√ß√£o. Cada pessoa tem uma tend√™ncia para uma atitude construtiva ou negativa. Manter pensamentos positivos requer vigil√Ęncia constante e desenvolvimento do car√°cter atrav√©s do estudo e da experi√™ncia.

Faz da Sociedade uma Devedora

O homem vem ao mundo com d√≠vidas e morre com d√≠vidas ainda maiores. Nasce com d√≠vidas porque muitos se sacrificaram antes dele para lhe dar as condi√ß√Ķes de vida de que pode usufruir. M√©dicos, cientistas, professores, oper√°rios, prepararam muitos dos confortos de que ele beneficia; e houve homens e mulheres que lutaram e morreram pela sua liberdade. A sua s√°ude, a sua capacidade criadora, a sua intelig√™ncia, herdou-os; s√£o uma d√°diva da humanidade. Morre com d√≠vidas ainda maiores porque durante a vida foi ajudado por muitos. Ele pr√≥prio deve contribuir com qualquer coisa enquanto est√° no mundo como um ser criador, e deve fazer progredir a arte de viver por ter vivido. Fa√ßa o bem se quer ser bem sucedido. Esta √° a suprema lei da vida. Esteja entre os grandes servidores, os benfeitores da humanidade. √Č o √ļnico caminho para o sucesso. ¬ęO que deres ser-te-√° tornado.¬Ľ Fa√ßa da sociedade uma devedora e poder√° encontrar o seu lugar entre os imortais.

A Escolha Inteligente

Uma vida bem sucedida depende das escolhas que fizermos. Temos de saber o que √© ou n√£o importante para n√≥s. A escolha inteligente implica um sentido realista dos valores e um sentido realista das propor√ß√Ķes. Este processo de escolha – de aceita√ß√£o por um lado e de rejei√ß√£o pelo outro – come√ßa na inf√Ęncia e continua pela vida fora. N√£o podemos ter tudo o que ambicionamos. O homem de neg√≥cios que procura o sucesso financeiro tem muitas vezes de abandonar os seus interesses de ordem desportiva ou cultural. Os que preferem servir os interesses espirituais, culturais ou pol√≠ticos da sociedade – sacerdotes, escritores, artistas, militares, homens de estado e funcion√°rios p√ļblicos em geral – t√™m quase sempre de relegar para segundo plano o bem-estar financeiro.
Com uma vida limitada não podemos ser ou fazer tudo. Estamos constantemente a ter de escolher com que e com quem passar o nosso tempo. Cultivar amizades toma tempo. Às vezes temos de recusar encontros e desapontar muitas pessoas para termos tempo de alcançar os nossos fins. Todos os dias temos de escolher entre as coisas que estão à venda. Não podemos ter o mundo inteiro, tal como uma criança não pode comprar todos os rebuçados da doçaria se tiver apenas um tostão.

Continue lendo…

O Gosto pela Cultura

√Č mais dif√≠cil encontrar um gentleman que um g√©nio. A marca mais distintiva de um homem culto √© a possibilidade de aceitar um ponto de vista diferente do seu; p√īr-se no lugar de outra pessoa e ver a vida e os seus problemas dessa perspectiva diferente. Estar disposto a experimentar uma ideia nova; poder viver nos limites das diverg√™ncias intelectuais; examinar sem calor os problemas escaldantes do dia; ter simpatia imaginativa, largueza e flexibilidade de esp√≠rito, estabilidade e equil√≠brio de sentimentos, calma ponderada para decidir – √© ter cultura.
(…) A cultura vem da contempla√ß√£o da natureza; do estudo da Literatura, Arte e Arquitectura com letras grandes; e do conhecimento pessoal das realidades emocionais da exist√™ncia. √Č uma escala de valores, ou m√©ritos, diferente da usada nas esferas dominadas pela ci√™ncia e pelo com√©rcio. Vivemos numa cultura onde o sucesso √© medido pelos bens materiais. √Č importante alcan√ßar objectivos materiais, mas ainda √© mais importante ser-se cidad√£o amadurecido, bem equilibrado e culto.

A cultura (…) est√° em n√≥s e n√£o sepultada em estranhas galerias. Significa bondade de esp√≠rito e √© a base de um bom car√°cter. A plenitude da vida n√£o vem das coisas exteriores a n√≥s;

Continue lendo…

Sucesso é Realização

O sucesso é a realização de qualquer coisa valiosa para si. Pode ser a paz de espírito e felicidade; união no lar e na família; o gosto pelo trabalho; independência financeira; alegria e satisfação por servir os outros; o desenvolvimento das forças construtivas inerentes ao homem; amar a vida e sentir-se satisfeito com o seu carácter, os seus ideais e os trabalhos realizados.
¬ęTalvez ainda se n√£o tivesse encontrado uma defini√ß√£o de sucesso aplic√°vel a todas as pessoas¬Ľ – escreveu Zu Tavern – ¬ęCada um de n√≥s tem a sua ideia pessoal de sucesso, e essa mesma ideia vai-se modificando com a passagem do tempo. Para alguns, sucesso √© igual a fama; para outros, riqueza em dinheiro; para outros ainda, apenas amor e felicidade.¬Ľ
√Č uma lei da natureza humana realizar, ganjear respeito, ser um trabalhador e construtor activo, deixar o mundo um pouco melhor que o encontrado. O homem foi feito para realizar. A maior satisfa√ß√£o da vida prov√©m da realiza√ß√£o. Isto prova-se pela sua estrutura f√≠sica, mental e moral.
Quando faz qualquer coisa – para os outros ou para o seu pr√≥prio bem – √© feliz e sente-se √ļtil.
O desejo de realizar nasce connosco.

Continue lendo…