CitaçÔes sobre Surdez

4 resultados
Frases sobre surdez, poemas sobre surdez e outras citaçÔes sobre surdez para ler e compartilhar. Leia as melhores citaçÔes em Poetris.

TĂŁo Grande Dor

“TĂŁo grande dor para tĂŁo pequeno povo” palavras de um timorense Ă  RTP
Timor fragilĂ­ssimo e distante
Do povo e da guerrilha
Evanescente nas brumas da montanha

“SĂąndalo flor bĂșfalo montanha
Cantos danças ritos
E a pureza dos gestos ancestrais”

Em frente ao pasmo atento das crianças
Assim contava o poeta Rui Cinatti
Sentado no chĂŁo
Naquela noite em que voltara da viagem

Timor
Dever que nĂŁo foi cumprido e que por isso dĂłi

Depois vieram notĂ­cias desgarradas
Raras e confusas
ViolĂȘncias mortes crueldade
E anos apĂłs ano
Ia crescendo sempre a atrocidade
E dia a dia – espanto prodĂ­gio assombro –
Cresceu a valentia
Do povo e da guerrilha
Evanescente nas brumas da montanha

Timor cercado por um bruto silĂȘncio
Mais pesado e mais espesso do que o muro
De Berlim que foi sempre falado
Porque nĂŁo era um muro mas um cerco
Que por segundo cerco era cercado

O cerco da surdez dos consumistas
TĂŁo cheios de jornais e de notĂ­cias

Mas como se fosse o milagre pedido
Pelo rio da prece ao som das balas
As imagens do massacre foram salvas
As imagens romperam os cercos do silĂȘncio
Irromperam nos Ă©crans e os surdos viram
A evidĂȘncia nua das imagens

..a surdez foi de grande valia para mim. Poupou-me o trabalho de ficar ouvindo grande quantidade de conversas inĂșteis e me ensinou a ouvir a voz interior.

O Instinto Trabalhado

SĂł pode inspirar a acção, servir de credo, o pensamento que se tenha tornado maquinal, instintivo. Perigo de nos analisarmos demasiadamente: as veias vivas do temperamento ficam, dessa maneira, excessivamente dilucidadas e tornadas maquinais, devido Ă  familiaridade. O que Ă© preciso, pelo contrĂĄrio, Ă© a arte de dar livre curso aos impulsos espirituais, deixando-os agir, mecanicamente, sob o estĂ­mulo. HĂĄ o manual do catecismo – por de mais conhecido e postiço – e o maquinal do instinto. É preciso favorecer, explorar, reconhecer e apoiar o instinto, sem lhe roubar o vigor por meio da reflexĂŁo. Mas Ă© preciso reflectir nele, para o acompanhar na acção e substituĂ­-lo nos momentos de surdez.