A esperança nĂŁo Ă© nem realidade nem quimera. É como os caminhos da terra: na terra nĂŁo havia caminhos; foram feitos pelo grande nĂșmero de passantes.