Textos sobre Credo de Cesare Pavese

2 resultados
Textos de credo de Cesare Pavese. Leia este e outros textos de Cesare Pavese em Poetris.

O Paradoxo da Sociedade totalmente Livre

A pessoa ou instituição que encarregamos de nos tornar felizes têm o direito de se queixarem se lhes recordarmos que, apesar de tudo, continuamos livres e senhores de recalcitrar. Tudo o que não conseguimos realizar sós, diminui a nossa liberdade. O doente nas mãos do médico é como a sociedade nas mãos do salvador Рherói ou partido.
Como? Encarregamo-nos de organizar a sociedade Рisto é, vós próprios, e depois, pretendeis continuar livres.
Precisamente porque não existe sociedade económica pura, toda a organização científica da economia contém em si a afirmação de uma mística Рquer dizer, um credo estatal que atinge também a vida interior, e, assim como o organizador deve eliminar toda a heterodoxia económica, terá igualmente de eliminar as heterodoxias interiores.
Uma sociedade inteiramente orientada do ponto de vista económico e totalmente livre espiritualmente é uma contradição.

O Instinto Trabalhado

S√≥ pode inspirar a ac√ß√£o, servir de credo, o pensamento que se tenha tornado maquinal, instintivo. Perigo de nos analisarmos demasiadamente: as veias vivas do temperamento ficam, dessa maneira, excessivamente dilucidadas e tornadas maquinais, devido √† familiaridade. O que √© preciso, pelo contr√°rio, √© a arte de dar livre curso aos impulsos espirituais, deixando-os agir, mecanicamente, sob o est√≠mulo. H√° o manual do catecismo – por de mais conhecido e posti√ßo – e o maquinal do instinto. √Č preciso favorecer, explorar, reconhecer e apoiar o instinto, sem lhe roubar o vigor por meio da reflex√£o. Mas √© preciso reflectir nele, para o acompanhar na ac√ß√£o e substitu√≠-lo nos momentos de surdez.