Frases sobre Amor de José Luís Nunes Martins

45 resultados
Frases de amor de José Luís Nunes Martins. As mais belas frases e mensagens de José Luís Nunes Martins para ler e compartilhar.

Ninguém tem direito à felicidade, apenas o dever de ser digno dela através do amor. Por entre mil sofrimentos, amar é sentir o céu no coração. Sempre que alguém leva aos outros motivo de alegria verdadeira a sua ação é virtuosa e, portanto, feliz.

Amar, por vezes, exige que o amor supere a nossa razão. Amar é esquecermo-nos das faltas do outro. É ajudá-lo, esquecendo-nos de nós. É perdoá-lo, perdoando-nos a nós mesmos pela má vontade de não querer esquecer.

O amor é a entrega da vida. É saber que se é um meio para que o outro seja feliz. Uma força pura para a realização dos sonhos de outrem. Um sentido para a vida.

Se há algo que se serve da minha tristeza para a fazer pior, também há algo que precisa dum pequeno rasgo de amor pela vida, para fazer em mim o milagre da multiplicação das esperanças… Só o amor me pode fazer mais do que sou. Só quando me dou é que me completo.

Ser feliz é ser capaz de criar e alimentar a alegria verdadeira que brota do próprio coração que ama. Uma gratidão pela existência. Um sorriso pela vida. Que serve aos outros, dando-lhes o amor e a alma que lhes pode estar a faltar…

Na arte, a sensibilidade funde-se com a espiritualidade. Compreende-se que todos os mundos são um só… e que o caminho, a verdade e a vida que há em cada uma das mais pequenas partes é, afinal, o amor!

Nesta entrega incondicional há um momento único: é precisamente quando, pelo Amor, saímos de nós mesmos… que aparecemos diante dos nossos próprios olhos…

De que vale uma vida inteira se não for capaz de amor? A verdade é algo que alguns julgam uma mentira escandalosa. Somos chamados a ser o milagre em que nem os nossos amigos creem.

A saudade é um bem pelo qual se sofre. Uma saudade que se extingue é sinal de um amor que não existiu. Os amores que acabam nunca são verdadeiros…

O amor decorre de uma decisão. De um compromisso. Constrói-se de forma consciente. Através do heroísmo de alguém livre que decide ser o que poucos ousam. Escolhe para fim de si mesmo ser o meio para a felicidade daquele a quem ama. Sim, decide-se amar e, sim, decide-se a quem amar.

O amor é um compromisso com a verdadeira felicidade do outro. Alguém que ama só pode estar contente se aqueles a quem ama também o estiverem.

Podem os prudentes viver muito mais que os audazes, mas ninguém chega a ser feliz sem arriscar. O amor não é compatível com muitos discernimentos.

As lágrimas, tal como tudo nesta vida, têm um princípio e um fim. O amor não. Vive inteiro, em cada momento, do qual é o princípio e o fim.

A humildade é a base do amor. Só se ama com a verdade. Aprender aquilo de que o outro precisa, o que o completa, não é algo natural nem espontâneo, envolve o duro trabalho de nos esquecermos de nós, e das nossas teorias, para nos concentrarmos naqueles outros eus que queremos que sejam felizes.

Importa dar aos outros o amor de os ouvir. A criança ama quem for capaz de se partilhar com ela. De lhe dar o que é, sem cuidar de exigir nada em troca. Os nossos melhores amigos são sempre crianças.

A solidão é uma deficiência no ser, não há eu sem nós. Não há individualidade sem comunidade. O fim de cada ser humano é o amor, um compromisso em que se realiza o eu em nós.