CitaƧƵes sobre Pesca

7 resultados
Frases sobre pesca, poemas sobre pesca e outras citaƧƵes sobre pesca para ler e compartilhar. Leia as melhores citaƧƵes em Poetris.

Um SĆ©culo de Discursos sem Resultados

O eterno Ā«deficitĀ»; o mistĆ©rio tenebroso das contas e da dĆ­vida pĆŗblica; o espectro da bancarrota; a quebra da moeda; o Ā«deficitĀ» da balanƧa comercial; a insuficiĆŖncia econĆ³mica; a misĆ©ria agrĆ­cola; a irrigaĆ§Ć£o do Alentejo; o repovoamento florestal; as estradas; os portos; o analfabetismo; o abandono das populaƧƵes rurais; a pesca; a marinha mercante ; a administraĆ§Ć£o colonial; a instruĆ§Ć£o e rearmamento do ExĆ©rcito; a reconstruĆ§Ć£o da marinha de guerra; a viciosa educaĆ§Ć£o da gente portuguesa; a emigraĆ§Ć£o; o quadro das nossas relaƧƵes internacionais; a questĆ£o religiosa ā€” tudo isto absorveu literalmente um sĆ©culo de discursos, toneladas de artigos e nĆ£o deu um passo, salvo sempre o respeito pelos esforƧos honestos e realizaƧƵes parciais Ćŗteis, entre as quais se destacam o fomento das comunicaƧƵes e a ocupaĆ§Ć£o colonial.

Naquela ocasiĆ£o a pesca de cada um daqueles peixes afigurou-se-me, como ao meu mestre Tryon, uma espĆ©cie de assassinato sem provocaĆ§Ć£o, uma vez que nenhum daqueles animais tinha cometido ou poderia cometer qualquer ofensa contra nĆ³s, susceptĆ­vel de justificar semelhante carnificina.

Liberdade

Antes que a ideia de Deus esmagasse os homens, antes dos autos de fĆ©, das perseguiƧƵes religiosas da InquisiĆ§Ć£o e do fundamentalismo islĆ¢mico, o MediterrĆ¢neo inventou a arte de viver. Os homens viviam livres dos castigos de Deus e das ameaƧas dos Profetas: na barca da morte atĆ© Ć  outra vida, como acreditavam os egĆ­pcios. E os deuses eram, em vida dos homens, apenas a celebraĆ§Ć£o de cada coisa: a caƧa, a pesca, o vinho, a agricultura, o amor. Os deuses encarnavam a festa e a alegria da vida e nĆ£o o terror da morte.

Antes da queda de Granada, antes das fogueiras da InquisiĆ§Ć£o, antes dos massacres da ArgĆ©lia, o MediterrĆ¢neo ergueu uma civilizaĆ§Ć£o fundada na celebraĆ§Ć£o da vida, na beleza de todas as coisas e na tolerĆ¢ncia dos que sabem que, seja qual for o Deus que reclame a nossa vida morta, o resto Ć© nosso e pertence-nos ā€“ por uma Ćŗnica, breve e intensa passagem. Ɖ a isso que chamamos liberdade ā€“ a grande heranƧa do mundo do MediterrĆ¢neo.

(…) Sabes, quem nĆ£o acredita em Deus, acredita nestas coisas, que tem como evidentes. Acredita na eternidade das pedras e nĆ£o na dos sentimentos;

Continue lendo…

Eu amo pescar. Sou louca por pesca e costumo fazer isso com meu irmĆ£o. Pescar, jogar golfe. Gosto de esportes entediantes e lĆ©sbicos.

ƀ Variedade do Mundo

Este nasce, outro morre, acolĆ” soa
Um ribeiro que corre, aqui suave,
Um rouxinol se queixa brando e grave,
Um leĆ£o c’o rugido o monte atroa.

Aqui corre uma fera, acolĆ” voa
C’o grĆ£ozinho na boca ao ninho Ć¼a ave,
Um demba o edifĆ­cio, outro ergue a trave,
Um caƧa, outro pesca, outro enferoa.

Um nas armas se alista, outro as pendura
An soberbo Ministro aquele adora,
Outro segue do PaƧo a sombra amada,

Este muda de amor, aquele atura.
Do bem, de que um se alegra, o outro chora…
Oh mundo, oh sombra, oh zombaria, oh nada!