Passagens de Rainer Maria Rilke

46 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Rainer Maria Rilke para ler e compartilhar. Os melhores escritores est√£o em Poetris.

Sempre a Amante Ultrapassa o Amado

O destino gosta de inventar desenhos e figuras. A sua dificuldade reside no que é complicado. A própria vida, porém, tem a dificuldade da simplicidade. Só tem algumas coisas de uma dimensão que nos excede. O santo, declinando o destino, escolhe estas coisas por amor a Deus. Mas que a mulher, segundo a sua natureza, tenha de fazer a mesma escolha em relação ao homem, isso evoca a fatalidade de todos os laços de amor: decidida e sem destino, como um ser eterno, fica ao lado dele, que se transformará. Sempre a amante ultrapassa o amado, porque a vida é maior do que o destino. A sua entrega quer ser sem medida: esta é a sua felicidade. A dor inominada do seu amor, porém, foi sempre esta: exigirem-lhe que limitasse essa entrega.

Primeiro amor não é nada, surgem, entrega e união com outra pessoa, significa (para o que seria uma união de esclarecidos e inacabados, ainda não ordenada?), é um grande incentivo para o indivíduo amadurecer.

Se o cotidiano lhe parece pobre, não o acuse: acuse a si próprio de não ser muito bom poeta para extrair suas próprias riquezas.

Vivo a minha vida em círculos cada vez maiores
que se estendem sobre as coisas.
Talvez n√£o possa acabar o √ļltimo,
mas quero tentar.

Os homens, com o aux√≠lio das conven√ß√Ķes, t√™m resolvido tudo com facilidade e pelo lado mais f√°cil da facilidade; mas √© claro que precisamos ater-nos ao dif√≠cil.

Uma √ļnica coisa √© necess√°ria: a solid√£o. A grande solid√£o interior. Ir dentro de si e n√£o encontrar ningu√©m durante horas, √© a isso que √© preciso chegar. Estar s√≥, como a crian√ßa est√° s√≥.

Amar outro ser humano é talvez a tarefa mais difícil que a nós foi confiada, a tarefa definitiva, a prova e o este finais; a obra para a qual todas as outras não passam de mera preparação.

O amor √© a ocasi√£o √ļnica de amadurecer, de tomar forma, de nos tornarmos um mundo para o ser amado. √Č uma alta exig√™ncia, uma ambi√ß√£o sem limites, que faz daquele que ama um eleito solicitado pelos mais vastos horizontes.

A Canção do Idiota

N√£o me incomodam. Deixam-me ir.
Dizem que n√£o pode acontecer nada.
Ainda bem.
N√£o pode acontecer nada. Tudo chega e gira
sempre em torno do Espírito Santo,
em torno de determinado esp√≠rito (tu sabes) ‚ÄĒ
que bem.

N√£o, realmente n√£o deve pensar-se que haja
qualquer perigo nisso.
Sim, h√° o sangue.
O sangue é o mais pesado. O sangue é pesado.
Por vezes penso que n√£o posso mais ‚ÄĒ
(Ainda bem.)

Ah, que linda bola;
vermelha e redonda como um Em-toda-a-parte.
Ainda bem que a criastes.
Ela vem quando se chama?

De que estranha maneira tudo se comporta,
apressa-se a juntar-se, separa-se nadando:
amig√°vel, um pouco vago.
Ainda bem.

Tradução de Maria João Costa Pereira

Um ser humano amar a outro talvez seja a mais dif√≠cil das tarefas, a mais importante, o √ļltimo teste e prova, o trabalho para o qual todos os trabalhos s√≥ foram prepara√ß√£o.

O Solit√°rio

Como alguém que por mares desconhecidos viajou,
assim sou eu entre os que nunca deixaram a sua p√°tria;
os dias cheios est√£o sobre as suas mesas
mas para mim a dist√Ęncia √© puro sonho.

Penetra profundamente no meu rosto um mundo,
t√£o desabitado talvez como uma lua;
mas eles n√£o deixam um √ļnico pensamento s√≥,
e todas as suas palavras s√£o habitadas.

As coisas que de longe trouxe comigo
parecem muito raras, comparadas com as suas ‚ÄĒ:
na sua vasta p√°tria s√£o feras,
aqui sustém a respiração, por vergonha.

Tradução de Maria João Costa Pereira

Ser amado é consumir-se na chama. Amar, é luzir com uma luz inesgotável. Ser amado é passar; amar é durar.