Cita├ž├Áes sobre Tri├óngulos

5 resultados
Frases sobre tri├óngulos, poemas sobre tri├óngulos e outras cita├ž├Áes sobre tri├óngulos para ler e compartilhar. Leia as melhores cita├ž├Áes em Poetris.

Minha Árvore

Olha: ├ë um tri├óngulo est├ęril de ├şnvia estrada!
Como que a erva tem dor… Roem-na amarguras
Talvez humanas, e entre rochas duras
Mostra ao Cosmos a face degradada!

Entre os pedrou├žos maus dessa morada
É que, às apalpadelas e às escuras,
H├úo de encontrar as gera├ž├Áes futuras
Só, minha árvore humana desfolhada!

Mulher nenhuma afagará meu tronco!
Eu não me abalarei, nem mesmo ao ronco
Do furac├úo que, r├íbido, remoinha…

Folhas e frutos, sobre a terra ardente
Hão de encher outras árvores! Somente
Minha desgra├ža h├í de ficar sozinha!

Insânia De Um Simples

Em cismas patol├│gicas insanas,
É-me grato adstringir-me, na hierarquia
Das formas vivas, à categoria
Das organiza├ž├Áes liliputianas;

Ser semelhante aos zoófitos e às lianas,
Ter o destino de uma larva fria,
Deixar enfim na cloaca mais sombria
Este feixe de c├ęlulas humanas!

E enquanto arremedando Eolo iracundo,
Na orgia heliogabálica do mundo,
Ganem todos os v├şcios de uma vez,

Apraz-me, adstricto ao triângulo mesquinho
De um delta humilde, apodrecer sozinho
No silêncio de minha pequenez!

EU te amo geometricamente e ponto zero no horizonte formando tri├óngulo contigo. O resultado ├ę um perfume de rosas maceradas.

Toda a Ideia Geral ├ę Puramente Intelectual

As ideias gerais s├│ se podem introduzir na esp├ęcie com o aux├şlio das palavras, e o entendimento n├úo as apreende sen├úo por meio das proposi├ž├Áes. ├ë uma das raz├Áes por que os animais n├úo poderiam formar tais ideias, nem jamais adquirir a perfectibilidade que delas depende. Quando um macaco vai, sem hesitar, de uma noz a outra, julga-se que tenha a ideia geral dessa esp├ęcie de fruta e que compare o seu arqu├ętipo a esses dois indiv├şduos? N├úo, sem d├║vida; mas, a vista de uma dessas nozes lembra ├á sua mem├│ria as sensa├ž├Áes que recebeu da outra, e os seus olhos, modificados de certa maneira, anunciam ao seu gosto a modifica├ž├úo que vai receber. Toda a ideia geral ├ę puramente intelectual; por pouco que a imagina├ž├úo tome parte nela, a ideia torna-se, logo, particular.
Procurai tra├žar a imagem de uma ├írvore em geral, e jamais o conseguireis; contra a vossa vontade, ├ę preciso v├¬-la grande ou pequena, desgalhada ou em copa, clara ou escura; e, se dependesse de v├│s n├úo ver sen├úo o que se acha em toda a ├írvore, essa imagem n├úo se pareceria mais com uma ├írvore. Os seres puramente abstractos v├¬em-se do mesmo modo, ou n├úo se concebem sen├úo por meio do discurso.

Continue lendo…