DĂȘem-me erros frutĂ­feros, cheios de sementes, rebentando com as suas prĂłprias correcçÔes. Podem guardar a vossa verdade estĂ©ril para vĂłs mesmos.