Passagens de Aldous Huxley

107 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Aldous Huxley para ler e compartilhar. Os melhores escritores est√£o em Poetris.

A síntese do espírito de finura pode transformar-se na essência da não-verdade.

Talvez a maior li√ß√£o da hist√≥ria seja que ningu√©m aprendeu as li√ß√Ķes da hist√≥ria.

Por muito lentamente que nos pareça que passam as horas, parecer-nos-ão curtas se reflectirmos que não voltarão a passar.

O charme da história e sua lição enigmática consiste no fato de que, de tempos em tempos, nada muda e mesmo assim tudo é completamente diferente.

O bem da humanidade deve consistir em que cada um goze o m√°ximo de felicidade que possa, sem diminuir a felicidade dos outros.

O segredo da genialidade é conservar o espírito de criança até à velhice, o que significa nunca perder o entusiasmo.

Existe apenas um ponto do universo que pode ter a certeza de conseguir melhor, esse ponto é você mesmo.

O homem que pretende ser sempre coerente no seu pensamento e nas suas decis√Ķes morais ou √© uma m√ļmia ambulante ou, se n√£o conseguiu sufocar toda a sua vitalidade, um mono man√≠aco fan√°tico.

Os homens são animais muito estranhos: uma mistura do nervosismo de um cavalo, da teimosia de uma mula e da malícia de um camelo.

A felicidade não é atingida pela busca consciente de felicidade; ela é geralmente um subproduto de outras atividades.

A Democracia Política Conduz à Ineficiência e Fraqueza de Direcção

Os defeitos da democracia pol√≠tica como sistema de governo s√£o t√£o √≥bvios, e t√™m sido tantas vezes catalogados, que n√£o preciso mais do que resumi-los aqui. A democracia pol√≠tica foi criticada porque conduz √† inefici√™ncia e fraqueza de direc√ß√£o, porque permite aos homens menos desej√°veis obter o poder, porque fomenta a corrup√ß√£o. A inefici√™ncia e fraqueza da democracia pol√≠tica tornam-se mais aparentes nos momentos de crise, quando √© preciso tomar e cumprir decis√Ķes rapidamente. Averiguar e registar os desejos de muitos milh√Ķes de eleitores em poucas horas √© uma impossibilidade f√≠sica. Segue-se, portanto, que, numa crise, uma de duas coisas tem de acontecer: ou os governantes decidem apresentar o facto consumado da sua decis√£o aos eleitores – em cujo caso todo o princ√≠pio da democracia pol√≠tica ter√° sido tratado com o desprezo que em circunst√Ęncias cr√≠ticas ela merece; ou ent√£o o povo √© consultado e perde-se tempo, frequentemente, com consequ√™ncias fatais. Durante a guerra todos os beligerantes adoptaram o primeiro caminho. A democracia pol√≠tica foi em toda a parte temporariamente abolida. Um sistema de governo que necessita de ser abolido todas as vezes que surge um perigo, dificilmente se pode descrever como um sistema perfeito.

A Educação Colectiva Não Funciona

A nossa pol√≠tica educacional baseia-se em duas enormes fal√°cias. A primeira √© a que considera o intelecto como uma caixa habitada por ideias aut√≥nomas, cujos n√ļmeros podem aumentar-se pelo simples processo de abrir a tampa da caixa e introduzir-lhes novas ideias. A segunda fal√°cia, √© que, todas as mentes s√£o semelhantes e podem lucrar como o mesmo sistema de ensino. Todos os sistemas oficiais de educa√ß√£o s√£o sistemas para bombear os mesmos conhecimentos pelos mesmos m√©todos, para dentro de mentes radicalmente diferentes.
Sendo as mentes organismos vivos e não caixotes do lixo, irremediavelmente dissimilares e não uniformes, os sistemas oficiais de educação não são como seria de esperar, particularmente afortunados. Que as esperanças dos educadores ardorosos da época democrática cheguem alguma vez a ser cumpridas parece extremamente duvidoso. Os grandes homens não podem fazer-se por encomenda por qualquer método de ensino por mais perfeito que seja.
O máximo que podemos esperar fazer é ensinar todo o indivíduo a atingir todas as suas potencialidades e tornar-se completamente ele próprio. Mas o eu de um indivíduo será o eu de Shakespeare, o eu de outro será o eu de Flecknoe. Os sistemas de educação prevalecentes não só falham em tornar Flecknoes em Shakespeares (nenhum método de educação fará isso alguma vez);

Continue lendo…

H√°, em arte, simplicidades muito mais dif√≠ceis que as mais intrincadas complica√ß√Ķes.

As particularidades, como todos sabem, são favoráveis à virtude e à felicidade; as generalidades é que são, intelectualmente, males necessários. A espinha dorsal da sociedade não é composta de filósofos, mas de serradores de enfeites e de coleccionadores de selos.

Experiência não é o que acontece com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu.

Os homens são animais muito estranhos: a mistura do nervosismo de um cavalo, da teimosia de uma mula e da malícia de um camelo.

Da sua experi√™ncia ou da experi√™ncia gravada de outros (hist√≥ria), os homens aprendem somente o que suas paix√Ķes e seus preconceitos metaf√≠sicos lhes permitem.