Passagens de Elfriede Jelinek

12 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Elfriede Jelinek para ler e compartilhar. Os melhores escritores est√£o em Poetris.

Todos os dias, um peda√ßo de m√ļsica, uma est√≥ria curta, ou um poema morrem porque a sua exist√™ncia j√° n√£o se justifica no nosso tempo. E as coisas que num tempo foram consideradas imortais tornaram-se mortais outra vez, j√° ningu√©m as conhece. Mesmo que estas mere√ßam sobreviver.

Literatura que continue empregando lingu√≠stica e modos formais de express√£o novos para tra√ßar um panorama da sociedade como um todo enquanto ao mesmo tempo a exp√Ķe, rasgando as m√°scaras de sua face, para mim seria merecedora de um pr√™mio.

Estritamente falando, não há férias para a arte; a arte persegue-nos por toda a parte, e isso é perfeitamente aceite pelo artista.

Acima de tudo, quando deres um passeio estás a ir atrás da solidão, e se a solidão não vier até ti, tens que ir até ela.

Nenhuma arte poderia alguma vez confortá-la, embora a arte esteja acreditada em tantas coisas, especialmente a capacidade de oferecer consolo. Às vezes, é claro, a arte cria, em primeiro lugar, o sofrimento.

As pessoas simples… ouvem a m√ļsica com os seus cora√ß√Ķes e divertem-se mais do que aqueles que est√£o mimados, enfadados, soberbos.

A primeira coisa que um proprietário aprende, e isto é doloroso, é: a confiança é uma coisa boa, mas o controle é ainda melhor.