Cita├ž├úo de

Curta Pavana

O dorso que se curva arco elegante
desenha na mem├│ria a leve dan├ža
da bailarina grácil, celebrante
de rito sedutor, que me balan├ža

toda vez que me vejo tão distante,
torcendo meus desejos na lembran├ža
dos momentos vividos, no constante
aprendizado vasto da mudan├ža.

Posto que a vida corre em curtas curvas,
transitória paisagem, vário atalho
que vai modificando linhas turvas.

Mutante claridade me agasalha:
no casulo do gozo de sussurros
sei-me bicho sa├şdo dessa malha.