Frases sobre Vida de Pedro Chagas Freitas

30 resultados
Frases de vida de Pedro Chagas Freitas. As mais belas frases e mensagens de Pedro Chagas Freitas para ler e compartilhar.

A vida acontece mais do que tudo naqueles momentos que não fazes a mínima ideia do tempo que demoraram. A felicidade tem tudo menos relógio.

A felicidade é uma rotina que se repete sempre diferente. Não fecha os olhos, não imagina o que um dia foi nem o que um dia será. Limita-se a sentir, no corpo, aquilo que nem a alma consegue digerir. Limita-se a sentir. A vida resume-se a sentir.

És a pessoa mais importante da tua vida. Só quando entenderes limpidamente isso – e agires em função desse entendimento – é que poderás estar à altura de seres a segunda pessoa mais importante da vida de alguém.

Sê incoerente. Porque a vida é incoerente. Porque se um dia acreditaste que o amor era para sempre e que a fidelidade era tudo o que fazia sentido noutro dia podes acreditar que o amor é aquilo que cada noite trouxer e que a fidelidade é aquilo que cada um quiser.

É ele, o conforto, o que mais mata os humanos. Querer estar sempre bem. Não óptimos, não eufóricos, simplesmente bem. E ter um medo louco de estar mal, de doer. É a fuga constante ao que dói que mais magoa os humanos, que mais os vai afastando da vida.

Dói tanto saber que um dia acabamos como é feliz saber que existimos, se calhar a vida é má por culpa da impossibilidade de ser para sempre, e se calhar é por isso mesmo que é boa, somos raros e somos felizes.

A competência é génio. A única, e verdadeira, forma de génio. Mais do que quem escreve um livro ou pinta um quadro: o competente que resolve problemas e facilita a vida de quem, sem ele, iria martirizar-se até à demência pela sua incapacidade é um génio. Um autêntico Da Vinci dos tempos modernos.

A vida existe no momento em que mudas, ou és incoerente ou estás morto, e ser à noite o que fui de dia é um dia perdido.

Desisti de pensar no sentido da vida. Parecendo que não, impedia-me de fazer outras coisas que pudessem dar um sentido à vida.

Ser feliz todos os dias é uma seca porque nunca pensaste em nivelar a tua felicidade por cima – em ver na felicidade o estrato mais baixo da tua respiração por dentro da vida. Ser feliz não é um privilégio – muito menos uma bênção. Ser feliz é um direito. Um irrevogável direito.

O prazer vem antes da vida, pela simples e tão elementar razão de que é só com ele e do que dele resulta que existe o nascimento.

O drama da vida é haver vidas instaladas na nossa, somos uma junção de vários pedaços e perder alguém é como uma amputação.

A felicidade, quando é vista como o ponto mais alto da tua vida, é uma nulidade. Uma serenidade. E a serenidade é uma seca. Esquece a felicidade. Quando quiseres viver, exige-te loucura, exige-te algo que não tem sequer denominação – de tão forte, de tão intenso, de tão único: de tão tudo.

A vida vale muito pela qualidade das separações que nos dá, pela profundidade das saudades, por exemplo, quem nunca chorou que nem um maluco nunca amou que nem um maluco.