Frases sobre Espera

180 resultados
Frases de espera escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

É assim tão longínqua a felicidade? No tempo, refiro-me à sua distância no tempo; em termos de perspetiva, não está longe nem perto, a felicidade é algo por que se espera, que se procura, e quando começas a cansar-te de esperar, o dono do local onde marcaste encontro com ela tem pressa em fechar o estabelecimento (espere, espere, não me empurre, por favor, deixe-me acabar esse copo). À tua frente, a porta em direção à qual ele te empurra, e lá fora estende-se a noite que terás de enfrentar sozinho, a escuridão que assusta a criança, e não queres mergulhar nesse negrume.

Não acredito em total liberdade para o artista. Deixado consigo mesmo, livre para fazer qualquer coisa que ele gosta, o artista acaba não fazendo nada. Se há uma coisa que é perigosa para um artista, é precisamente esta questão de total liberdade, à espera de inspiração e do resto.

Frente a uma situação difícil, o Português opta pela espera de um milagre ou pela descompressão de uma anedota. O grave disto é que o milagre não vem e a anedota descomprime de tudo. Ficamos assim à mercê do azar e nem restos de razão para mexer um dedo.

O tempo, o tempo é versátil, o tempo faz diabruras, o tempo brincava comigo, o tempo se espreguiçava provocadoramente, era um tempo só de esperas, me guardando na casa velha por dias inteiros; era um tempo também de sobressaltos, me embaralhando ruídos, confundindo minhas antenas, me levando a ouvir claramente acenos imaginários, me despertando com a gravidade de um julgamento mais áspero.

Não adie a vida e o amor à espera de um futuro ideal em que será uma pessoa perfeita. Aceite que os relacionamentos e o amor pelas pessoas por quem se sente atraída neste momento são aqueles de que necessita neste ponto da sua vida e que esses relacionamentos, por mais imperfeitos que sejam, são a forma de evoluir e de se tornar na pessoa que quer ser.

Com um sorriso satânico em seu rosto, o jovem judaico de cabelos negros esconde-se na espera da garota inocente que ele suja com seu sangue, roubando-a assim de sua gente.