Frases sobre Mal

822 resultados
Frases de mal escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Enquanto prevalecer a cultura do ‘eles’ (os respons√°veis por todos os males) e ‘n√≥s’ (as inocentes v√≠timas deles), vai ser muito dif√≠cil convencer os portugueses de que n√£o h√° vida para a frente com a vida que levamos.

A ingratidão consiste em esquecer, desconhecer ou reconhecer mal os benefícios, e se origina da insensibilidade, do orgulho ou do interesse.

Para as trai√ß√Ķes, para as mentiras, para o que √© vil e falso, tem a gente rem√©dio: tem o orgulho; mas para a dor que te faz mal, para essa nenhum rem√©dio h√°.

O mal do amor dos filhos √© que, quando corre mal, passa-nos como uma l√Ęmina pelo cora√ß√£o e f√°-lo em bifinhos. Quando corre bem faz-nos o cora√ß√£o em bifinhos tamb√©m. A diferen√ßa est√° apenas no tempero.

Nada há que tão notavelmente determine o auge de uma civilização, como o conhecimento, nos que a vivem, da esterilidade de todo o esforço, porque nos regem leis implacáveis, que nada revoga nem obstrui. Somos, porventura, servos algemados ao capricho de deuses, mais fortes porém não melhores que nós, subordinados, nós como eles, à regência férrea de um Destino abstracto, superior à justiça e à bondade, alheio ao bem e ao mal.

Direito: autoridade legítima para ser, fazer, ou ter; como o direito a ser rei, o direito a fazer mal ao próximo, o direito a ter sarampo, entre outros.

Não enfatizes os males em demasia. Se possível, ignora-os; caso contrário, tua mente se sugestionará e os males proliferarão. O bem é que deve ser enfatizado.

Se soubéssemos quantas e quantas vezes as nossas palavras são mal interpretadas, haveria muito mais silêncio neste mundo.

Ler é sonhar pela mão de outrem. Ler mal e por alto é libertarmo-nos da mão que nos conduz. A superficialidade na erudição é o melhor modo de ler bem e ser profundo.

Não descubro em mim nada a não ser mesquinhez, indecisão, inveja e ódio contra os que estão a lutar e a quem eu apaixonadamente desejo todo o mal.

Saber se o homem é livre exige saber se ele pode ter um amo. A absurdidade particular deste problema é que a própria noção que possibilita o problema da liberdade lhe retira, ao mesmo tempo, todo o seu sentido. Porque diante de Deus, mais que um problema da liberdade, há um problema do mal. A alternativa conhecida: ou não somos livres e o responsável pelo mal é Deus todo-poderoso, ou somos livres e responsáveis, mas Deus não é todo-poderoso. Todas as sutilezas das escolas nada acrescentaram nem tiraram de decisivo a este paradoxo.

A decis√£o, uma vez declarada, nunca √© apreciada. Quem se declara exp√Ķe-se √† cr√≠tica e, saindo-se mal, ser√° infeliz duas vezes.

O amor d√°-se mal nas casas amea√ßadas de pobreza. √Č como os ratos que pressentem as ru√≠nas dos pardieiros em que moram, e retiram-se.

O meio mais eficaz para destruir uma lei é começar por aceitá-la; aceitar algo como mal necessário é o começo da sua eliminação.