Passagens de Paul Valéry

181 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Paul Valéry para ler e compartilhar. Os melhores escritores estão em Poetris.

A política baseia-se na indiferença da maioria dos interessados, sem a qual não há política possível.

Quem se apressa é porque compreendeu: não devemos demorar as coisas; surpreender-nos-ia que os mais claros discursos fossem feitos de termos obscuros.

Toda pessoa espera por um milagre – de sua mente, de seu corpo, de outras pessoas ou, simplesmente, dos acontecimentos.

Dizem-nos por vezes – √© um facto – inclinai-vos perante os factos. Ou seja, ¬ęacreditai¬Ľ. Acreditai porque aqui o homem n√£o interveio.

Há uma espécie de reciprocidade entre a necessidade e o objecto que a satisfará. Não penso em beber; mas este copo ao meu alcance dá-me sede. Tenho sede e imagino o copo de água delicioso.

Toda a Sociedade é uma Espécie de Sonho Colectivo

A sociedade s√≥ vive de ilus√Ķes. Toda a sociedade √© uma esp√©cie de sonho colectivo. Essas ilus√Ķes tornam-se ilus√Ķes perigosas quando come√ßam a parar de iludir. O despertar desse tipo de sonho √© um pesadelo.

N√£o H√° Verdadeiro Sentido de um Texto

Não há verdadeiro sentido de um texto. Não há autoridade do autor. Quisesse dizer o que quisesse, escreveu o que escreveu. Uma vez publicado, um texto é como um aparelho de que cada um se pode servir à sua maneira e segundo os seus meios: não é certo que o construtor o use melhor do que outro qualquer.

Todos os homens sabem uma quantidade prodigiosa de coisas que ignoram saber. Sabermos tudo quanto sabemos? Essa simples investigação esgota a filosofia.

Convic√ß√£o – Palavra que permite p√īr, com a consci√™ncia tranquila, o tom da for√ßa ao servi√ßo da incerteza.

A Contagem do Tempo Prejudica a Criatividade

Os povos primitivos n√£o conheciam a necessidade de dividir o tempo em filigranas. Para os antigos n√£o existiam minutos ou segundos. Artistas como Stevenson ou Gauguin fugiram da Europa e aportaram em ilhas onde n√£o havia rel√≥gios. Nem o carteiro nem o telefone apoquentavam Plat√£o. Virg√≠lio nunca precisou de correr para apanhar um comboio. Descartes perdeu-se em pensamentos nos canais de Amsterd√£o. Hoje, por√©m, os nossos movimentos s√£o regidos por fra√ß√Ķes exactas de tempo. At√© mesmo a vig√©sima parte de um segundo come√ßa a n√£o mais ser irrelevante em certas √°reas t√©cnicas.

Todos os homens fecundos da natureza se desenvolvem de uma maneira egoísta; o altruísmo humano, que não é egoísta, é estéril.