Frases Exclamativas

1257 resultados
Frases exclamativas sobre diversos assuntos para ler e compartilhar. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Não posso admitir que se olhe para o desemprego como se fosse uma realidade abstracta. O desemprego são desempregados! E um desempregado, sobretudo de longa duração, é um homem que, pouco a pouco, perde a sua autodignidade, perde respeito por si e pelos outros. Num jovem é muito pior: sente que lhe estão a roubar o futuro. E daqui resulta ou a desistência, a passividade, ou a evasão perversa, ou a revolta. Em muitos países as grandes revoltas foram feitas pela juventude, que não aceita que lhe roubem o futuro!

Ah! N√£o me diga que concorda comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impress√£o de que estou errado.

Quem me dera um coração
Que por mim bata somente.
Dai-me essa esmola, Senhor,
Para que eu morra contente!

Sabeis o que √© perder uma mulher que se ama… v√™-la perdida, e ouvir o brado √≠ntimo da consci√™ncia dizer-nos, que √© perdida… para sempre? √Č aquilo, que converte uma sociedade de homens em peleja de tigres! √Č uma cousa s√≥ imitada pelos vulc√Ķes no momento da irrup√ß√£o! √Č tormento, que nos mandou o inferno!

Não use a verdade para atacar, nem a mentira para se defender. Seja íntegro, verdadeiro e preserve o amor. A mentira rompe-se no primeiro embate, mas a verdade resiste sempre; ela é uma armadura forte e indevassável!

O quadrilátero de uma cama é uma imensidão para dois apaixonados; para dois desafetos, é pequeno todo o universo!

Os crimes da rep√ļblica, tornados poss√≠veis pela desgra√ßada incapacidade mon√°rquica e pela indiferen√ßa da maioria dos portugueses, est√£o agora dando o seu fruto, que, quando absolutamente maduro, ser√° a derrocada de tudo! (…) √Č uma profunda tristeza e por ora n√£o vejo o rem√©dio ao mal profundo que est√° matando o pa√≠s, pois, com m√°goa o digo, os portugueses est√£o-se parecendo com os macacos do Brasil quando caem num rio, p√Ķem as m√£os na cabe√ßa, v√£o para o fundo da √°gua e morrem afogados.

Para vencer a guerra contra a intoler√Ęncia, vista o escudo do entendimento e abaste√ßa os canh√Ķes com ogivas de compreens√£o!

Que grande dom de Deus é a beleza!
√Č prefer√≠vel t√™-la ao dinheiro:
pois a riqueza n√£o d√° beleza,
mas com beleza se conquista a riqueza.

Eu tecerei uns sonhos irreais… Como essa m√£e que viu o filho partir; como esse filho que n√£o voltou mais!

Ingénuo, tem conta de ti!
No mundo h√° muitos enganos
(Eu o sei, porque os sofri);
Os bons padecem mil danos
Julgando os outros por si.

Lembra-te que o tempo tudo consome. E se assim n√£o fosse, o que seria a nossa vida!? Um ermo cemit√©rio em que cada cruz representaria um morto sempre vivo! Completamente imposs√≠vel! Se o tempo consome o corpo dos que morrem, como n√£o consumir a lembran√ßa deles? E se assim n√£o fosse, que vida seria a nossa!? Deus, dando-nos a dor, deu-nos tamb√©m o esquecimento…

Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!