Passagens de Mário Quintana

363 resultados
Frases, pensamentos e outras passagens de Mário Quintana para ler e compartilhar. Os melhores escritores estão em Poetris.

Se nunca nasceste de ti mesmo, dolorosamente, na concepção de um poema… estás enganado: Para os poetas não existe parto sem dor.

A Rua Dos Cataventos – X

Eu faço versos como os saltimbancos
Desconjuntam os ossos doloridos.
A entrada é livre para os conhecidos…
Sentai, Amadas, nos primeiros bancos!

Vão começar as convulsões e arrancos
Sobre os velhos tapetes estendidos…
Olhai o coração que entre gemidos
Giro na ponta dos meus dedos brancos!

“Meu Deus! Mas tu não tu não mudas o programa!”
Protesta a clara voz das Bem-Amadas.
“Que tédio!” o coro dos Amigos clama.

“Mas que vos dar de novo e de imprevisto?”
Digo… e retorço as pobres mãos cansadas:
“Eu sei chorar… eu sei sofrer… Só isto!”

O sossego interior, se queres atingi-lo, Não deixes coisa alguma incompleta ou adiada. Não há nada que dê um sono mais tranquilo Que uma vingança bem executada…

A vida é uma estranha hospedaria
d’onde se parte geralmente às tontas
e as nossas malas nunca estão bem prontas
e nossas contas nunca estão em dia…

Nós só amamos os amigos mortos e só as amadas mortas amam eternamente… (In: Apontamentos de História Sobrenatural)

Já trazes ao nascer a tua filosofia. As razões? Essas vêm posteriormente, Tal como escolhes, na chapelaria, A fôrma que mais te assente…

A vida é um incêndio: nela dançamos, salamandras mágicas. Que importa restarem cinzas se a chama foi bela e alta!

No retrato que me faço – traço a traço – Às vezes me pinto nuvem Às vezes me pinto árvore…

De um autor inglês do saudoso século XIX: O verdadeiro gentleman compra sempre três exemplares de cada livro: um para ler, outro para guardar na estante e o último para dar de presente.

Minha vida não foi um romance. Nunca tive até hoje um segredo. Se me amas, não digas, que morro De surpresa, De encanto, De medo…