Citações de Bernardo de Brito

4 resultados
Frases, pensamentos e outras citações de Bernardo de Brito para ler e compartilhar. Os melhores escritores estão em Poetris.

Por Mostrar o Poder da Formosura

Por mostrar o poder da formosura,
que cativo me fez o peito isento,
desenastrava Sílvia ao fresco vento
os cabelos sobre uma fonte pura:

E vendo ao natural sua figura
tão bela no cristal húmido e lento
sentiu grande paixão no pensamento,
não vendo nele arder nova quentura.

E largando a mão resplandecente,
inquietou as águas sossegadas
dizendo não sereis mais tão ditosas,

Que pois com minha vista morre a gente,
se com me ver não sois chamas tornadas
é porque tendes frio de invejosas.

A Força desta Nossa Despedida

Não sei em qual se vê mais rigorosa
a força desta nossa despedida,
se em mim que sinto já partir a vida,
se em vós, a quem contemplo tão chorosa,

Vós com indícios d’alma piedosa,
mostrais a dor em água convertida,
eu com me ver tão junto da partida,
nem água me deixou dor tão forçosa:

Vós pelo que entendeis do meu sentido,
chorais tendo a causa inda presente,
pagando-me antemão quanto mereço:

Eu logo que me vir de vós partido,
n’alma satisfarei estando ausente
esse amor que nos olhos vos conheço.

Amor é um Espírito Invisível

Dizem que fere amor com passadores
e que traz em matar o pensamento,
mas eu julgo que tem amor de vento
quem cuida haver no mundo tais amores.

Também dizem que o pintam os Pintores
menino, nu e cego: e tão sem tento,
que é mais cego e mais nu d’entendimento,
quem cuida que em amores cabem tais cores.

Amor é um espírito invisível,
que entra por onde quer, e abranda o peito
sem cor, sem arco, aljava, ou seta dura:

Pode num peito humano o impossível,
recebe-se somente no conceito,
e tem no coração posse segura.

Parto-me desses Olhos Graciosos

Bem pode, Sílvia minha, qualquer serra
tirar a estes meus olhos sua glória,
qualquer monte terá de mim vitória,
qualquer pequeno espaço, enfim, de terra.

Mas contra um pensamento fazem guerra,
que traz em si pintada vossa história,
e quanto mais contrastes, mais memória
conserva um coração que vos encerra.

Parto-me desses olhos graciosos,
mas por eles vos juro, que mudança
se não veja nos meus eternamente,

Que a mágoa de os ver ficar chorosos
estímulo será para a lembrança
de quem se vê de vós viver ausente.