Passagens sobre Brigas

28 resultados
Frases sobre brigas, poemas sobre brigas e outras passagens sobre brigas para ler e compartilhar. Leia as melhores cita√ß√Ķes em Poetris.

Os animais têm muitas vantagens sobre os homens: não precisam de teólogos para os instruírem, os seus funerais são de graça e nenhum briga por causa de um testamento.

Não vos fecheis em vós mesmos, não vos deixeis asfixiar por pequenas brigas caseiras, não fiqueis prisioneiros dos vossos problemas. Estes resolver-se-ão se sairdes para ajudar os outros a resolverem os seus problemas, anunciando-lhes a Boa Nova. Encontrareis a vida dando a vida, a esperança dando esperança, o amor amando.

Se voc√™ brigou com quem ama, busque a reconcilia√ß√£o. N√£o silencie. Fale, ‚Äėapare as arestas‚Äô. Quando em brigas de amor o sil√™ncio fere mais do que um grito!

A confian√ßa m√ļtua √© um elo que fortalece o relacionamento. Quando o ci√ļme leva √† briga √© o amor que recebe o primeiro golpe!

Brigas, desentendimentos? Cuidado, pense antes de falar para não se arrepender depois. Ofensas não conduzem ao bom termo. Saiba que a dor por perder um amor é mais aguda quando vem junta com o arrependimento.

Pois eu sonhei contigo e caí da cama. Ai, amor, não briga! Ai, não me castiga! Ai, diz que me ama e eu não sonho mais!

O Interior da Alma

O olho do espírito em parte nenhuma pode encontrar mais deslumbramentos, nem mais trevas, do que no homem, nem fixar-se em coisa nenhuma, que seja mais temível, complicada, misteriosa e infinita. Há um espectáculo mais solene do que o mar, é o céu; e há outro mais solene do que o céu, é o interior da alma.
Fazer o poema da consci√™ncia humana, mas que n√£o fosse sen√£o a respeito de um s√≥ homem, e ainda nos homens o mais √≠nfimo, seria fundir todas as epopeias numa epopeia superior e definitiva. A consci√™ncia √© o caos das quimeras, das ambi√ß√Ķes e das tentativas, o cadinho dos sonhos, o antro das ideias vergonhosas: √© o pandem√≥nio dos sofismas, √© o campo de batalha das paix√Ķes. Penetrai, a certas horas, atrav√©s da face l√≠vida de um ser humano, e olhai por tr√°s dela, olhai nessa alma, olhai nessa obscuridade. H√° ali, sob a superf√≠cie l√≠mpida do sil√™ncio exterior, combates de gigante como em Homero, brigas de drag√Ķes e hidras, e nuvens de fantasmas, como em Milton, espirais vision√°rias como em Dante.

Conduta Apropriada

A maior parte das pessoas deixa-se irritar e exasperar pelos actos de neglig√™ncia, n√£o apenas de parentes e amigos como, inclusive, dos inimigos. Os ralhos, a irascibilidade, a inveja, a malevol√™ncia e o ci√ļme maligno s√£o pr√≥prios, t√£o-somente, das pessoas infectadas por tais pestil√™ncias, que afligem e oprimem gente insensata; brigas de vizinhos, apatia de amigos, mau procedimento de funcion√°rios no desempenho das suas obriga√ß√Ķes, s√£o inst√Ęncias disso. Coloca-te em lugar de destaque na lista das pessoas que abominam semelhante conduta; como os doutores em S√≥focles, que ¬ębile amarga com rem√©dio amargo purgam¬Ľ, exibes indigna√ß√£o e exaspera√ß√£o para fazer parelha com as suas paix√Ķes e destemperos. Isto √© il√≥gico. O neg√≥cio confiado √† tua administra√ß√£o √© realizado, em boa parte, n√£o por pessoas de car√°cter recto e direito, como instrumentos apropriados √† execu√ß√£o de um trabalho, mas por ferramentas tortas e defraudadas. N√£o imagines que seja de tua responsabilidade corrigi-las, ou que tal seja f√°cil de fazer. Mas se as usares de conformidade com o que s√£o, do mesmo modo por que os m√©dicos usam botic√Ķes ou pin√ßas cir√ļrgicas, revestindo-te da calma e da modera√ß√£o exigidas pela situa√ß√£o, o prazer que experimentar√°s com a tua s√°bia conduta ser√° maior do que o teu vexame pela crueza e deprava√ß√£o dos outros.

Continue lendo…

As religi√Ķes s√£o caminhos diferentes convergindo para o mesmo ponto. Que import√Ęncia faz se seguimos por caminhos diferentes, desde que alcancemos o mesmo objetivo? Onde est√° o motivo para as brigas?

Em brigas de amor, o perdão é um selo apaziguador quando expressa, pela boca, o arrependimento que vem do coração!

O Excesso de Vingança

O duelo nasceu da convic√ß√£o muito natural de que um homem n√£o aguentaria inj√ļrias de outro homem a n√£o ser por fraqueza; mas porque a for√ßa do corpo podia dar √†s almas t√≠midas uma vantagem consider√°vel sobre as almas fortes, para introduzir igualdade nos combates e dar-lhes por outro lado mais dec√™ncia, os nossos pais imaginaram bater-se com armas mais mort√≠feras e mais iguais do que aquelas que tinham recebido da natureza; e pareceu-lhes que um combate em que se poderia tirar a vida de um s√≥ golpe teria certamente mais nobreza do que uma briga vil em que no m√°ximo se poderia arranhar a cara do advers√°rio e arrancar-lhe os cabelos com as m√£os. Assim, vangloriaram-se de ter colocado nos seus usos mais eleva√ß√£o e mais eleg√Ęncia do que os romanos e os gregos que se batiam como os seus escravos. Achavam que aquele que n√£o se vinga de uma afronta n√£o tem coragem nem brio; n√£o atinavam que a natureza, que nos inspira a vingan√ßa, podia, elevando-se ainda mais alto, inspirar-nos o perd√£o.
Esqueciam-se de que os homens s√£o obrigados muitas vezes a sacrificar as suas paix√Ķes √† raz√£o. A natureza dizia mesmo, na verdade, √†s almas corajosas que era preciso vingar-se;

Continue lendo…

Os animais têm muitas vantagens sobre os homens: não precisam de teólogos para instruí-los, seus funerais saem de graça e ninguém briga por seus testamentos.

Prova Documental

J√° assumi a solid√£o dos outros
j√° provei do enigma insol√ļvel
j√° calcei as botas do morto
j√° tive segredo e foi de √°gua abaixo.

J√° fugi ao encontro marcado
j√° fui banido, j√° disse adeus
j√° fui soldado, j√° fui rapsodo
já tive inocência e foi de água abaixo.

J√° fui esperto, j√° fui afoito
já puxei faca, já toquei pífaro
j√° fui vaiado depois da briga
j√° tive saudade e foi de √°gua abaixo.

J√° fui √°rcade, j√° fui arcaico
já fui pateta, já fui patético
j√° perdi no jogo e na vida
j√° tive amor e foi de √°gua abaixo.

Já tive pressa, já sentei praça
j√° tive ouro, j√° tive prata
j√° tive lenda, j√° tive fazenda
j√° tive paz e foi de √°gua abaixo.

J√° tive herdade, j√° fui deserdado
já tive episódio, já tive epitáfio
j√° levei o andor de Nosso Senhor
já tive esperança e foi de água abaixo.

J√° tive mando, j√° corri mundo
j√° fui a Roma e n√£o quis ver o Papa
j√° fui pra cama com Ana Bolena
j√° tive inf√Ęncia e foi de √°gua abaixo.

Continue lendo…