CitaĆ§Ć£o de

VisĆ£o Da Morte

Olhos voltados para mim e abertos
Os braƧos brancos, os nervosos braƧos,
Vens d’espaƧos estranhos, dos espaƧos
Infinitos, intĆ©rminos, desertos…

Do teu perfil os tĆ­midos, incertos
TraƧos indefinidos, vagos traƧos
Deixam, da luz nos ouros e nos aƧos,
Outra luz de que os cƩus ficam cobertos.

Deixam nos cƩus uma outra luz mortuƔria,
Uma outra luz de lĆ­vidos martĆ­rios,
De agonies, de mĆ”goa funerĆ”ria…

E causas febre e horror, frio, delĆ­rios,
Ɠ Noiva do Sepulcro, solitĆ”ria,
Branca e sinistra no clarĆ£o dos cĆ­rios!