Citação de

A Mulher dos Vinte Poemas

Perguntam-me sempre quem Ă© a mulher dos «Vinte Poemas». É difĂ­cil responder. As duas ou trĂȘs que se entrelaçam nesta melancĂłlica e ardente poesia correspondem, digamos, a Marisol e Marisombra. Marisol Ă© o idĂ­lio da provĂ­ncia encantada, com imensas estrelas nocturnas e olhos escuros como o cĂ©u molhado de Temuco. É ela que figura, com a sua alegria e a sua vivaz beleza, em quase todas as pĂĄginas, rodeada pelas ĂĄguas do porto e pela meia-lua sobre as montanhas. Marisombra Ă© a estudante da capital. Boina parda, olhos dulcĂ­ssimos, o constante aroma a madressilva do errante amor estudantil, o sossego fĂ­sico dos apaixonados encontros nos esconderijos da urbe.