Frases sobre Obras

306 resultados
Frases de obras escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

O estatuto da realidade: descobrir esse doce exerc√≠cio destrona a asc√©tica parcim√≥nia do pensar racional. Mais do que um mero crep√ļsculo, flex√≠vel ou determinado, o pensamento precisa de ilus√£o e assim a obra de arte abre-se em leque sobre o invent√°rio do mundo.

Amar outro ser humano é talvez a tarefa mais difícil que a nós foi confiada, a tarefa definitiva, a prova e o este finais; a obra para a qual todas as outras não passam de mera preparação.

Uma das consequ√™ncias do chamado ¬ębem-estar¬Ľ √© a de conduzir as pessoas a fecharem-se em si mesmas, tornando-as insens√≠veis √†s exig√™ncias dos outros. A realidade deve ser enfrentada com aquilo que √©, e muitas vezes faz-nos encontrar situa√ß√Ķes de necessidade urgente. √Č por isto que entre as obras de miseric√≥rdia se encontra a refer√™ncia √† fome e √† sede: dar de comer a quem tem fome e de beber a quem tem sede.

Eu não acredito que algum filme ou alguma obra de arte vá resolver os problemas do Médio Oriente hoje em dia. Mas vale certamente a pena tentar.

Uma árvore ou uma planta florescem bem se estiverem doentes? Uma árvore ou uma planta que não sejam regadas podem florir? Uma árvore ou uma planta que não tenham raízes podem crescer? A vida cristã deve florir nas obras da caridade, em fazer o bem; porém, se não tivermos raízes, não poderemos florir.

Se os bois e os cavalos tivessem mãos e pudessem pintar e produzir obras de arte similares às do homem, os cavalos pintariam os deuses sob forma de cavalos e os bois pintariam os deuses sob forma de bois.

Muita gente fala como os papagaios e obra como os macacos: só repetem o que ouviram e só fazem o que viram fazer.

A argila fundamental de nossa obra é a juventude. Nela depositamos todas as nossas esperanças e a preparamos para receber idéias para moldar nosso futuro.

Segurar a pequena mão dele, sentir os seus dedos pequenos a agarrarem a minha mão é uma justificação óbvia para tudo, para a vida. Vale a pena nascer, crescer, vale a pena a adolescência inteira, todos os sacrifícios, vale a pena a responsabilidade, vale a pena sair pelo desconhecido e estar preparado para o impossível, vale a pena ler obras completas, passar dias fechado apenas a ler, vale a pena comer sopa, aprender a fazer sopa, vale a pena lavar loiça para ter a oportunidade de segurar-lhe a mão.

A obra feita é sempre maior do que quem a fez. De facto, eu acho que somos menos do que aquilo que fazemos, e isso é outra forma de grandeza, ser capaz de ser menos do que aquilo que se faz.

A obra de arte, fundamentalmente, consiste numa interpretação objectivada de uma impressão subjectiva. Difere, assim, da ciência que é uma interpretação subjectivada de uma impressão objectiva, e da filosofia, que é, ou procura ser, uma interpretação objectivada de uma impressão objectiva.

Eu creio que para se fazer uma obra literária temos simplesmente que sonhar a nossa própria vida Рum sonho onde a imaginação e a memória se confundam.

A argila fundamental da nossa obra é a juventude: nela depositamos a nossa esperança e preparamo-la para tomar das nossas mãos a bandeira.

Obras de arte, na minha opini√£o, s√£o os √ļnicos objetos no mundo material que possuem ordem interna e isso porque, apesar de n√£o acreditar que s√≥ a arte importa, acredito que a arte vale √† pena pela arte.