Cita√ß√Ķes sobre Vanguarda

6 resultados
Frases sobre vanguarda, poemas sobre vanguarda e outras cita√ß√Ķes sobre vanguarda para ler e compartilhar. Leia as melhores cita√ß√Ķes em Poetris.

O Futuro Não é Garantia de Competência

Creio apenas saber que o romance n√£o pode j√° viver em paz com o esp√≠rito do nosso tempo: se quer ainda continuar a descobrir o que n√£o est√° descoberto, se quer ainda ¬ęprogredir¬Ľ enquanto romance, s√≥ pode faz√™-lo contra o progresso do mundo.
A vanguarda viu as coisas diferentemente: estava possu√≠da pela ambi√ß√£o de estar em harmonia com o futuro. Os artistas de vanguarda criaram obras, corajosas √© verdade, dif√≠ceis, provocat√≥rias, apupadas, mas criaram-nas com a certeza de que o ¬ęesp√≠rito do tempo¬Ľ estava com eles e que, amanh√£, lhes daria raz√£o.
Outrora, tamb√©m eu considerei o futuro como √ļnico juiz competente das nossas obras e dos nossos actos. Foi mais tarde que compreendi que o flirt com o futuro √© o pior dos conformismos, a cobarde lisonja do mais forte. Porque o futuro √© sempre mais forte que o presente. √Č ele, de facto, que nos julgar√°. E certamente sem qualquer compet√™ncia.

Muito me criticam por ter feito uma reavaliação da arte de vanguarda. Conservadora é a vanguarda, que tem nas mãos todos os prêmios oficiais. A vanguarda ampliou nosso campo de visão, mas chegou ao esgotamento.

As M√°scaras e a Guerra

… A minha casa ficou entre os dois sectores… De um lado avan√ßavam mouros e italianos… Do outro lado avan√ßavam, retrocediam ou aguentavam-se os defensores de Madrid… Pelas paredes tinham entrado as granadas da artilharia… As janelas desfizeram-se em estilha√ßos… Encontrei restos de chumbo no ch√£o, entre os meus livros… Mas as minhas m√°scaras tinham desaparecido… As minhas m√°scaras trazidas do Si√£o, de Bali, de Samatra, do arquip√©lago malaio, de Bandung. Douradas, cinzentas, cor de tomate, com sobrancelhas prateadas ou azuis, infernais, ensimesmadas, as minhas m√°scaras eram a √ļnica lembran√ßa daquele primeiro Oriente aonde cheguei solit√°rio e que me tinha acolhido com o seu odor de ch√°, de esterco, de √≥pio, de suor, de jasmins intensos, de frangipana, de fruta podre pelas ruas… Aquelas m√°scaras, mem√≥ria de pur√≠ssimas dan√ßas, dos bailes defronte do templo… Gotas de madeira coloridas pelos mitos, restos daquela floral mitologia que tra√ßava no ar sonhos, costumes, dem√≥niosi mist√©rios incompat√≠veis com a minha natureza americana… E ent√£o… Talvez os militantes tenham assomado √†s janelas da minha casa com as m√°scaras postas, talvez tenham assustado os mouros entre dois disparos… Muitas deles ficaram em estilhas e sangrentas, ali mesmo… Outras teriam rolado desde o meu quinto andar, arrancadas por um tiro…

Continue lendo…

Retratos do Brasil.

S√£o Paulo (SP)
Quinze milh√Ķes e meio de capiaus juntos.
Sendo alguns capiais de vanguarda.
E outros doutorados pela USP.

Rio de Janeio (RJ)
Os nossos nordestinos s√£o melhores
do que os nordestinos dos outros.

Salvador (BA)
Escritores bermudam no litoral sensual.
Caro escritor:
Nesse calor você merece uma cerveja.

Curitiba (PR)
Pinhais.
P√īsteres do polon√™s papa em plena p√≥lis.
Paredes. Prateleiras. Penteadeiras.
Papa-ceia. Papa-fila. Papa-defunto.
Papada.

Belo Horizonte (MG)
O novo shopping-center rouba
meninas bonitas do
√īnibus que vai pra Universidade.

Entre o fr√≠volo e o tr√°gico: a amargura do pioneiro. Depois de ter sofrido tantas humilha√ß√Ķes por ser de vanguarda, quando chega √† maturidade, o pioneiro v√™ os que vieram depois usufruir do que ele descobriu, ignorando-o. A consci√™ncia do real √© um in√ļtil ox√≠moro que morde.