Citação de

Narcisimo Passado e Futuro

Ninguém se trocaria por um dos seus semelhantes, mas todos se trocariam pelo seu sonho. Porque o homem quer conquistar, mas sem deixar de se possuir. Deseja a continuidade do eu e, juntamente, a sua metamorfose Рpretensão contraditória que constitui um dos episódios do eterno automatismo.
O homem ama-se e desama-se. Diante dos outros, mostra-se quase sempre satisfeito consigo – com medo de ser ultrapassado ou emulado -, mas quando est√° s√≥ com o seu eu, experimenta um t√©dio, uma repulsa, uma repugn√Ęncia, que em regra se transformam em desejo de transforma√ß√£o. Nem todos s√£o capazes de se contemplar sem adula√ß√£o at√© √†s √ļltimas ra√≠zes e reconhecer, ainda que no sigilo da alma, a sua mis√©ria, mas quase todos t√™m a sua sensa√ß√£o e, com frequ√™ncia, a certeza – o t√©dio de si pode notar-se mesmo sem as formas do ju√≠zo. E os outros instintos – soberba, gula do mais e do novo – ajudam a desejar a mudan√ßa. Existe com frequ√™ncia em n√≥s o narcisismo, mas o espelho √© sempre colocado no passado e no futuro – no presente, nunca.