Citação de

O Espírito é a Arma da Diplomacia

Ser espirituoso √© metade de ser diplomata. (…) O esp√≠rito move tudo e n√£o responde por coisa alguma: ele √© a eloqu√™ncia da alegria, e o entrincheiramento das situa√ß√Ķes dif√≠ceis: salva uma crise fazendo sorrir: condensa em duas palavras a cr√≠tica de uma institui√ß√£o: disfar√ßa √†s vezes a fraqueza de uma opini√£o, acentua outras vezes a for√ßa de uma ideia: √© a mais fina salvaguarda dos que n√£o querem definir-se francamente: tira a intransig√™ncia √†s convic√ß√Ķes, fazendo-lhes c√≥cegas: substitui a raz√£o quando n√£o substitui a ci√™ncia, d√° uma posi√ß√£o no mundo, e, adoptado como um sistema, derruba um imp√©rio. E, sobretudo pelo indefinido que d√° √† conversa√ß√£o, ele √© a arma verdadeira da diplomacia.