Frases sobre Recorda√ß√Ķes

69 resultados
Frases de recorda√ß√Ķes escritos por poetas consagrados, fil√≥sofos e outros autores famosos. Conhe√ßa estes e outros temas em Poetris.

A recordação é a esperança do avesso. Olha-se para o fundo do poço como se olhou para o alto da torre.

A educação é uma coisa admirável, mas é bom recordar que nada do que vale a pena saber pode ser ensinado.

Perguntai a vinte homens ou mulheres qual é a sua mais voluptuosa recordação Рresponderão: não nos conhecíamos, amámo-nos durante três horas loucamente Рe nunca mais nos vimos.

S√≥ h√° um meio de viver no passado e no futuro – √© guardar recorda√ß√Ķes e sonhos.

Aquilo a que chamamos recorda√ß√Ķes s√£o os nossos pensamentos de agora, as nossas exprobra√ß√Ķes de agora, a nossa defesa de agora.

Quando as mulheres ultrapassam os trinta anos, a primeira coisa que lhes esquece é a idade; quando chegam aos quarenta perdem de todo a recordação.

N√£o h√° coisas de que mais te devas recordar do que daquelas em que hajas errado, para nas mesmas n√£o tornares a errar.

Depois que vivo √© que sei que vivi. Na hora o viver me escapa. Sou uma lembran√ßa de mim mesma. S√≥ depois de ¬ęmorrer¬Ľ √© que vejo que vivi. Eu me escapo de mim mesma. √Äs vezes eu me apresso em acabar um epis√≥dio √≠ntimo de vida, para poder capt√°-lo em recorda√ß√Ķes, e para, mais do que ter vivido, viver. Um viver que j√° foi. Deglutido por mim e fazendo agora parte do meu sangue.

A recordação é uma traição à natureza, Porque a natureza de ontem não é natureza. O que foi não é nada, e lembrar é não ver.

Se procuro em minhas recorda√ß√Ķes os que me deixaram um sabor duradouro, se fa√ßo balan√ßo das horas que valeram, sempre me encontro com aquelas que n√£o valeram a pena.

As recorda√ß√Ķes n√£o povoam a nossa solid√£o, como se costuma dizer; antes pelo contr√°rio, tornam-na mais profunda.

Pode-se n√£o recordar os insultos; mas guarda-se deles um amargo de experi√™ncia, feia como uma cicatriz. E isso envelhece a alma, torna-a ruinosa e in√ļtil.

O grandes homens são maiores na recordação do que ao natural. Aquilo que vimos neles é, ao mesmo tempo, o seu melhor e o melhor de nós próprios.

Deixe-me dizer-lhe pela √ļltima vez que eu n√£o tenho recorda√ß√Ķes. Ningu√©m guarda lembran√ßas do que profundamente despreza.

Devemos absorver a cor da vida, mas n√£o recordar os seus detalhes. Os detalhes s√£o sempre vulgares.

A recordação da alegria já não é alegria; A recordação da tristeza ainda é tristeza.

A recordação da alegria já não é alegria,
Enquanto a da dor é ainda dor.

Os tempos s√£o ligeiros e n√≥s pesados, porque nos sobram recorda√ß√Ķes. Quem se alimenta delas sofre e descuida as alegrias, mesmo que sejam r√°pidas e se escondam da nossa raz√£o.