Frases sobre Destino

289 resultados
Frases de destino escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Muitas coisas que me aconteceram t√£o piores que estas, eu j√° perdoei. No entanto essa n√£o posso sequer entender agora: o jogo de dados de um destino √© irracional? √Č impiedoso.

Aproximo-me suavemente do momento em que os filósofos e os imbecis têm o mesmo destino.

N√£o se luta contra o destino; o melhor √© deixar que nos pegue pelos cabelos e nos arraste at√© onde queira al√ßar-nos ou despenhar-nos. Esa√ļ e Jac√≥

O verdadeiro desespero é ficar no apeadeiro da sua actual condição. O desespero é saber que esse destino a que chamamos de futuro é comandado por entidades que deixaram de olhar para nós como seres humanos. E que um fosso progressivamente maior separa os que andam nos chapas dos que circulam em luxuosas viaturas.

Alguns, sem terem dado rumo a suas vidas, s√£o flagrados pelo destino esgotados, sonolentos.

A natureza √© uma B√≠blia a c√©u aberto. A cria√ß√£o √© uma par√°bola sem fim, para ler e contemplar. Um campo de terra arado… quanta beleza e fragilidade! Uma vinha flamejante de rebentos… quantas coisas nos diz sobre o sentido misterioso do nosso destino! Uma granizada inesperada e todos os esfor√ßos do campon√™s se esfumam, depredando os frutos de um longo e paciente trabalho. A natureza fala-nos da vida, que umas vezes d√° e outras vezes tira.

Recebemos este dom como destino: a amizade do Senhor. √Č essa a nossa voca√ß√£o: viver amigos do Senhor para sempre.

O acaso n√£o existe na perspetiva do Amor: aquilo que n√£o estava nos nossos planos estava nos planos de Deus. Diante d’Ele, toda a tape√ßaria da nossa vida apresenta um entretecimento de fios perfeitamente acabado. Talvez n√£o o compreendamos, porque n√£o podemos distanciar-nos do nosso Destino e ver do alto o acabamento da tape√ßaria. Um dia, v√™-lo-emos e compreendermos.

A mente de quem busca exclusivamente sua própria salvação está afastada do todo, do Caminho. Fora do Caminho crescem espinhos que arruínam o destino.

A arrog√Ęncia da esp√©cie humana coexiste com um sentimento contradit√≥rio de desprotec√ß√£o total. Nos dias de hoje, todas as na√ß√Ķes, mesmo as mais poderosas, estremecem nas m√£os de algo que nos escapa, um destino cego, um horizonte enevoado. De s√ļbito, o Homem redescobre a sua fragilidade, a sua infinita solid√£o.