Frases sobre Desejos

527 resultados
Frases de desejos escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Onde o amor impera, não há desejo de poder; e onde o poder predomina, há falta de amor. Um é a sombra do outro.

A compaixão é um profundo desejo de ver os outros aliviados do sofrimento, o amor é a outra faceta, um forte desejo de ver os outros felizes.

Vivemos numa sociedade consumista, numa sociedade de desejos, e não de projetos existenciais. Ninguém planeja ter amigos, ninguém planeja ser tolerante, superar fobias, ter um grande amor.

O meu desejo é que conseguisse eliminar todos os pensamentos que envenenam a minha felicidade, mas eu tiro uma espécie de prazer ao ser indulgente com eles.

A taxa de juros n√£o √© o pre√ßo que equilibra a demanda de recursos para investir e a propens√£o de abster-se do consumo imediato. √Č o pre√ßo mediante o qual o desejo de manter a riqueza em forma l√≠quida se concilia com a quantidade de moeda dispon√≠vel.

Até no melhor dos homens, o desejo da glória permanece mais tempo do que qualquer outra paixão.

A sujei√ß√£o que na juventude e na idade madura nos penetra no cora√ß√£o e no esp√≠rito, o mau uso e a sufoca√ß√£o que imp√Ķe √†s nossas energias mais nobres, d√£o-nos um maravilhoso sentimento do valor que temos quando conseguimos apesar de tudo realizar os nossos melhores desejos.

Nisto (…) √© que consiste a monstruosidade do amor: em ser infinita a vontade e limitada a execu√ß√£o; em serem ilimitados os desejos, e o ato, escravo do limite.

Dever: aquilo que nos impele inexoravelmente, através do nosso desejo, na direcção do lucro.

As crian√ßas s√£o sempre o s√≠mbolo do eterno matrim√īnio entre o amor e o desejo.

Quando as pessoas abandonam sua natureza essencial para seguir seus desejos, suas a√ß√Ķes nunca s√£o corretas.

Assim come√ßam todos os amores: assim vai at√© ao altar a menina que se casa; acompanham-a at√© l√° quim√©ricas legi√Ķes de esp√≠ritos l√ļcidos, cujas asas se enla√ßam, para a embalarem num coxim ideal de aspira√ß√Ķes e santos desejos. E, depois, √© muito triste v√™-la, passados dois meses, a fazer um rol de roupa suja, a acertar a gravata do marido, que vai ver o cambio, ou, oh ess√™ncia do materialismo! a pregar um bot√£o nas cal√ßas conjugais! Esta √© a ordem do mundo, leitores! Cinjamos os rins de sil√≠cio, cubramo-nos de saco, e baixemos a cabe√ßa ao mundo conveniente, qual ele √©, porque o m√©todo √© uma necessidade prima, at√© no romance.

Dentre os desejos, alguns são dependentes da natureza e necessários; outros são dependentes da natureza, porém não necessários; outros, ainda, nem são dependentes da natureza nem necessários, mas oriundos de uma vã ilusão.

Como eu queria tomar vergonha nessa minha cara e te mandar embora da minha vida, mas quanto mais eu penso em fazer isso, mais eu te desejo.