Frases sobre Dois

828 resultados
Frases de dois escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Há duas tragédias na vida: uma a de não satisfazermos os nossos desejos, a outra a de os satisfazermos.

Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia.

Se você tem uma maçã e eu tenho uma maçã e nós trocamos as maçãs, então você e eu ainda teremos uma maçã. Mas se você tem uma idéia e eu tenho uma idéia e nós trocamos essas idéias, então cada um de nós terá duas idéias.

Existem duas tragédias na vida. A primeira é de não conseguir tudo aquilo que desejamos. A segunda é de consegui-las.

Chega sempre um momento na história em que quem se atreve a dizer que dois e dois são quatro é condenado à morte.

Existem dois tipos de idiotas: os que deixam de fazer alguma coisa por que perceberam uma ameaça e os que acham que vão fazer alguma coisa por que estão ameaçando.

Nunca se chega a porto; mas quando duas rotas amigas coincidem, o mundo inteiro nos parece o anelado porto.

Olhando de perto, um sonho n√£o √© uma coisa sem perigo. √Č como uma pistola com dois gatilhos. Se vive muito tempo acaba por ferir algu√©m.

Na maioria dos casos, for√ßas e fraquezas s√£o dois lados da mesma moeda. Uma for√ßa em uma situa√ß√£o, uma fraqueza em outra, mas frequentemente as pessoas n√£o conseguem trocar as marchas. √Č uma coisa muito sutil falar sobre for√ßas e fraquezas porque elas sempre s√£o a mesma coisa.

A cal√ļnia √© sem d√ļvida, o pior dos flagelos, visto que faz dois culpados e uma v√≠tima.

A compatibilidade de temperamentos est√° na mente. Anulando-se o ego, os temperamentos se tornam compat√≠veis. No fato de dois seres se tornarem um ‚Äď nisso consiste o caminho, a compatibilidade. Mesmo os c√īnjuges que tenham afinidade natural, acabar√£o se desentendendo e seguir√£o um destino infeliz, se cada um tentar impor o pr√≥prio ego (Sobre a compatibilidade ou n√£o de temperamentos).

Sempre houve duas religi√Ķes, uma das quais nos puxa para fora e para as pr√°ticas, e a outra, pelo contr√°rio, que nos reconduz a algo de indom√°vel em n√≥s mesmos.