Frases sobre Estradas

69 resultados
Frases de estradas escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Qual √© a sua estrada, homem? – a estrada do m√≠stico, a estrada do louco, a estrada do arco-√≠ris, a estrada dos peixes, qualquer estrada… H√° sempre uma estrada em qualquer lugar, para qualquer pessoa, em qualquer circunst√Ęncia. Como, onde, por qu√™?

Não fale para uma mulher como ela é bonita; diga que não há outra mulher como ela, e todas estradas se abrirão para você.

Quando a comunicação tem como principal objetivo induzir ao consumo ou à manipulação das pessoa, encontramo-nos perante uma agressão violenta como a sofrida pelo homem espancado por bandidos e abandonado na berma da estrada, como lemos na parábola. Corremos o risco, hoje em dia, de alguns meios de comunicação nos condicionarem ao ponto de nos fazerem ignorar o nosso verdadeiro próximo.

Uma estrada de montanha. Deus envolve-nos e reza connosco um lento ter√ßo. O pai-nosso ao fim das dez ave-marias √© como um acampamento. Uma pausa para nos restabelecermos e recuperarmos o f√īlego, antes de continuarmos a subir. Precisamos de acampamentos no caminho da vida.

Quando nasci veio um anjo safado O chato dum querubim E decretou que eu tava predestinado A ser errado assim Já de saída a minha estrada entortou Mas vou até o fim

As nossas estradas já tiveram a timidez dos rios e a suavidade das mulheres. E pediam licença antes de nascer. Agora, as estradas tomam posse da paisagem e estendem as suas grandes pernas sobre o Tempo, como fazem os donos do mundo.

Todos nós desejamos o progresso, mas se você está na estrada errada, progresso significa fazer o retorno e voltar para a estrada certa; nesse caso, o homem que volta atrás primeiro é o mais progressista.

√Č motivo de como√ß√£o para mim saber que tantos pobres se identificaram com o cego Bartimeu, do qual fala o evangelista Marcos (10:46-52).

Bartimeu ¬ęestava sentado √† beira da estrada a pedir esmola¬Ľ e, tendo ouvido que passava Jesus,¬† ¬ęcome√ßou a gritar¬Ľ e a pedir ao ¬ęfilho de David¬Ľ que tivesse d√≥ dele. ¬ęMuitos o repreenderam para que se calasse, mas ele gritava ainda mais alto.¬Ľ

O mistério da voz é sugestivo: pensemos que desde o ventre da nossa mãe aprendemos a reconhecer a sua voz e a do pai; no tom de uma voz percebemos o amor ou o desprezo, o afeto ou a frieza.

A voz de Jesus √© √ļnica! Se aprenderemos a distinguir-la, ela nos guiar√° na estrada da vida, uma vida que ultrapassa mesmo o abismo da morte.

Viver comporta ¬ęsujar os p√©s¬Ľ nas estradas poeirentas da vida e da hist√≥ria. E todos precisamos de ser purificados, de ser lavados. Todos, o Papa tamb√©m.

A Estrada da vida é rochosa e você pode tropeçar também, então, enquanto você fala de mim, alguém já está te julgando…

Nada mais vai me ferir, √Č que j√° me acostumei com a estrada errada que eu segui. Com minha pr√≥pria lei, tenho o que ficou e tenho sorte at√© demais, como eu sei que tens tamb√©m.

Um dia a gente aprende a construir todas as nossas estradas no hoje; Porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, E o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Seu coração não é estrada para passeio de muitos. Seu coração é lugar que só fica quem faz por merecer.

Mesmo estando na estrada certa, você será atropelado se ficar apenas sentado nela.

A estrada mais segura para o Inferno é a gradual Рa ladeira suave, com chão suave, sem curvas acentuadas, sem avisos de quilometragem e sem placas indicativas de sinalização.