Frases sobre Instantes

135 resultados
Frases de instantes escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

√Č errado pensar que o amor vem do companheirismo de longo tempo ou do cortejo perseverante. O amor √© filho da afinidade espiritual e a menos que esta afinidade seja criada em um instante, ela n√£o ser√° criada em anos, ou mesmo em gera√ß√Ķes.

Uma vez terminado o momento de vida, a verdade correspondente também se esgota. Não posso moldá-la, fazê-la inspirar outros instantes iguais. Nada pois me compromete.

O bem e o mal tem a mesma face, o mesmo rosto, tudo depende da época, do momento, do instante em que cruzam o caminho de cada ser humano.

Começar um novo ano, para um cristão, não é só mudar o calendário ou adquirir uma nova agenda. O Ano Novo convida a parar um instante, a perceber a própria existência pessoal como um percurso de contínuo crescimento. Só se soubermos deter o frenesim e encontrar um breve espaço de reflexão, os votos não serão palavras vãs e os brindes não serão gestos efémeros sem significado.

Se olharmos bem para o nosso coração, descobrimos que as forças negativas do mal e as forças positivas do bem estão em permanente luta dentro de nós. Pensai em quando temos aqueles repentinos acessos de ira e depois, poucos instantes depois, estamos amargamente arrependidos da nossa erupção agressiva.

As árvores estendem os seus ramos para o céu e recebem tudo do Alto, transformando todos os instantes da vida numa ocasião propícia para crescer. O amargor de uma chuva, a alegria de um raio de sol: tudo é alimento para elas. Não se preocupam com nada, nem sequer com encontrar um sentido; só o momento presente empenha toda a sua seiva e o seu desejo.

Nada é menos do que o momento presente, se entendermos por isso o indizível instante que separa o passado do futuro.

Hoje convido-vos a pensar um instante, em sil√™ncio, nisto: onde est√° a minha necrose interior? Onde est√° a parte morta da minha alma? Onde est√° o meu t√ļmulo? Pensai, um minutinho, todos em sil√™ncio.

A todo instante e a toda hora vinha aquele ‚ÄĒ ‘porque, quando voc√™ se casar…’ ‚ÄĒ a menina foi se convencendo de que toda a exist√™ncia s√≥ tendia para o casamento. A instru√ß√£o, as satisfa√ß√Ķes √≠ntimas, a alegria, tudo isso era in√ļtil; a vida se resumia numa coisa: casar.

O acaso tem seus sortilégios, a necessidade não. Para que um amor seja inesquecível, é preciso que os acasos se encontrem nele desde o primeiro instante como os pássaros nos ombros de São Francisco

Apenas se voltaram um para o outro, braços abertos, e o breve instante em que se separaram foi para deixarem cair no chão as roupas sobre as quais se deitaram debaixo de orquídeas pálidas, separados do rio por um cortinado de orquídeas coloridas.

O relógio tiquetaqueava. O instante em movimento que, segundo Sir Isaac Newton, separa o passado infinito do infinito futuro avançava inexoravelmente através da dimensão do tempo. Ou, a crer em Aristóteles, um pouco mais do possível a cada instante se tornava real; o presente imobilizava-se e ia incorporando a si o futuro, como um homem que ficasse engolindo para sempre uma fita de macarrão sem fim.

Às vezes eu me coloco numa situação de ver um pouco antes de ver mesmo. Eu pressinto o instante que se segue e cadencialmente minha respiração acompanha o ritmo do tempo. Eu que sinto antes de sentir. A harmonia é pressentir a próxima frase, o próximo som, a próxima visão.