Frases sobre √Čpoca

117 resultados
Frases de época escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Criminosos s√£o uma pequena minoria em qualquer √©poca ou pa√≠s. E o dano que eles causaram √† humanidade √© infinitesimal quando comparado com os horrores ‚Äď o derramamento de sangue, as guerras, as perseguis√Ķes, a fome, as escraviza√ß√Ķes, as destrui√ß√Ķes em grande escala ‚Äď perpetradas pelos governos da humanidade. Potencialmente, o governo √© a mais perigosa amea√ßa aos direitos do homem: ele mantem o monop√≥lio do uso de for√ßa f√≠sica contra v√≠timas legalmente desarmadas. Quando irrestrito e ilimitado pelos direitos individuais, um governo √© o mais mortal inimigo do homem.

Da velha confusão de teorias médicas, da grande época obscura do empirismo, como um dogma da ciência de então, uma forma errónea e cheia de preconceito, como se fora um mandado religioso e por isso mesmo eivado de má fé, surgiu com esta frase perturbante: O homem é omnívoro. Como à boca se pode levar tudo que se queira, daí resultou essa monstruosidade deturpante da humanidade!

O Natal √© um tempo de benevol√™ncia, perd√£o, generosidade e alegria. A √ļnica √©poca que conhe√ßo, no calend√°rio do ano, em que homens e mulheres parecem, de comum acordo, abrir livremente seus cora√ß√Ķes.

Uma v√≠bora envenena um homem, mas um homem sozinho arrasa uma capital. Os grandes monstros n√£o chegam verdadeiramente na √©poca secund√°ria; aparecem na √ļltima, com o homem. Ao p√© de um Napole√£o, um megalossauro √© uma formiga.

O Natal é um tempo em que, de todas as épocas do ano, a memória de todos os sofrimentos, erros e problemas no mundo à nossa volta, se tornem bem presentes, não menos do que as nossas próprias vivências, por todo o tempo.

Foram-se, h√° muito, os vinte anos, a √©poca das an√°lises, das complicadas disseca√ß√Ķes interiores. Compreendi por fim que nada compreendi, que mesmo nada poderia ter compreendido de mim. Restam-me os outros… talvez por eles possa chegar √†s infinitas possibilidades do meu ser misterioso, intang√≠vel, secreto.

O que distingue uma época económica de outra, é menos o que se produziu do que a forma de o produzir.

Vivemos numa época onde nada é tão indispensável como as coisas supérfluas.

E que me restar√°… se me desprezar a mim mesmo? Fui ambicioso e n√£o quero absolutamente censurar-me por isso; agi, ent√£o segundo as conveni√™ncias da √©poca. Agora vivo o dia-a-dia. Mas √† vista do mundo, eu me sentiria muito infeliz, se ca√≠sse em alguma covardia.

Em uma época de mudanças drásticas, são os que têm capacidade de aprender que herdam o futuro. Quanto aos que já aprenderam, estes descobrem-se equipados para viver em um mundo que não existe mais.

A política foi primeiro a arte de impedir as pessoas de se intrometerem naquilo que lhes diz respeito. Em época posterior, acrescentaram-lhe a arte de forçar as pessoas a decidir sobre o que não entendem.

Fé inabalável só o é a que pode encarar frente a frente a razão, em todas as épocas da Humanidade.

A quest√£o portuguesa n√£o √© de se falar ou n√£o falar portugu√™s. √Č de ser ou n√£o ser √† maneira portuguesa, que √© ser variad√≠ssimas coisas ao mesmo tempo, e por vezes coisas que parecem contradit√≥rias, e √© a possibilidade de tomar um tema e olhar de v√°rias maneiras, conforme o temperamento da pessoa, a √©poca em que viveram, a linguagem de que usavam, a maneira como se sentiam na vida.