Frases sobre Humanidade

324 resultados
Frases de humanidade escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Quando se fala em indivíduos trata-se de gente; quando se fala em nações, trata-se de metade de gente; quando se fala em humanidade trata-se apenas de bichos, isto é, não se trata de nada.

A humanidade é desumana mas ainda temos chance… o sol nasce pra todos só não sabe quem não quer!!!!

De todos os infortúnios que afligem a humanidade, o mais amargo é que temos de ter consciência de muito e controle de nada.

O objectivo da humanidade não é a felicidade, é a perfeição intelectual e moral.

Antidepressivos tratam a dor depressão, mas não curam o sentimento de culpa e nem tratam a angústia da solidão. (O Futuro da Humanidade)

O amor e a compaixão são necessidades, não luxos. Sem eles a Humanidade não pode sobreviver.

A velha fábula de Prometeu que roubou o fogo do céu para comer os cadáveres dos animais cozinhados, eis a base em que assenta toda a errónea conduta da humanidade.

Raramente tenho aberto uma porta por descuido sem ter deparado com um espectáculo que me fizesse sentir, pela humanidade, compaixão, nojo ou horror.

Dor não tem nada haver com amargura. Acho que tudo que acontece é feito pra gente aprender cada vez mais, é pra ensinar a gente a viver. Desdobrável. Cada dia mais rica de humanidade.

Tenho o dever de me fechar em casa no meu espírito e trabalhar quanto possa e em tudo quanto possa, para o progresso da civilização e o alargamento da consciência da humanidade.

Primeiramente: nada fazer ao acaso e sem finalidade. Depois: nada aceitar que não sirva para toda a humanidade.

Siga as tuas melhores ou piores inclinações e, antes de mais nada, encaminha-te para a tua perdição; em ambos os casos favorecerás, provavelmente, de um maneira ou de outra, o progresso da humanidade.

Nós mantivemos a humanidade viva e, no entanto, permitimos que os homens nos desprezassem e venerassem nossos destruidores. Permitimos que eles reverenciassem a incompetência e a brutalidade, os que recebiam o que não mereciam e davam o imerecido. Ao aceitar o castigo não por nossas faltas, mas por nossas virtudes, traímos nosso código e tornamos o deles possível.

A verdadeira base da felicidade não é a obtenção de bens materiais, mas sim o amor que beneficia a humanidade.

A presença de Deus no seio da humanidade não se realizou num mundo ideal, idílico, mas neste mundo real, marcado por tantas coisas boas e más, marcado por divisões, malvadezes, pobreza, prepotências e guerras. Ele optou por habitar a nossa história como ela é, com todo o peso dos seus limites e dos seus dramas, das nossas dificuldades, dos nossos pecados.

A rutura dos laços entre irmãos é uma ofensa à humanidade. Muitos irmãos zangam-se por pequenas coisas ou por causa de uma herança, e depois nunca mais se falam. É feio! A irmandade é uma grande coisa, quando se pensa que irmãos e irmãs habitaram o ventre da mesma mãe durante nove meses, vêm da mesma carne.

Um filho ama-se porque é filho: não porque é bonito, ou porque é assim ou assado. Não. Porque é filho! Não porque pensa como eu ou encarna os meus desejos. Um filho é um filho: uma vida gerada por nós mas que lhe é destinada a ele, ao seu bem, ao bem da família, da sociedade, da humanidade inteira.

A unidade da humanidade, de quando em quando posta em dúvida, mesmo se apenas emocionalmente, por toda a gente, até pelas pessoas mais fáceis e adaptadas, por outro lado também se revela a toda a gente, ou parece revelar-se, na harmonia total que se pode sempre descobrir entre o desenvolvimento do conjunto da humanidade e o do indivíduo, até nos sentimentos mais secretos do indivíduo.