Frases sobre Inveja

151 resultados
Frases de inveja escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

O que torna algu√©m digno de inveja n√£o √© o facto de ser considerado um grande homem pela multid√£o sem ju√≠zo, ami√ļde enganada, mas o de ser realmente um grande homem.

Ser companheiro vale mais do que ser chefe. √Č preciso que os homens √† sua volta nunca tenham nenhuma ang√ļstia, n√£o sofram nunca por o sentirem a voc√™ superior a eles; a sua superioridade, se existir, deve ser um b√°lsamo nas feridas, deve consol√°-los, aliviar-lhes as dores. A sua grandeza, querido Amigo, deve servir para os tornar grandes, no que lhes √© poss√≠vel, n√£o para os humilhar, para os lan√ßar no desespero, no rancor, na inveja.

Rei que diferencia com o favor e em p√ļblico um de todos, para si provoca o desprezo, para o favorito o √≥dio, e em todos inveja.

O ci√ļme √© a esp√©cie mais introvertida das invejas, e mordendo-se todo, p√Ķe nos outros a culpa da sua feiura.

Fazer mais ostentosa a dignidade do que ela é em si, é afectar fortunas; e se lográ-las é motivo para a inveja, afectá-las é estímulo para o ódio.

O merecimento sempre foi mal visto dos invejosos; s√£o os olhos da inveja os que d√£o quebranto √†s ac√ß√Ķes generosas, que, como de cristal, estalam ao lume dos mesmos olhos que as v√™em.

A inveja é um vício mesquinho e sórdido: o vício do condenado que reclama porque o seu companheiro de prisão recebeu uma ração de sopa maior.

Recebemos tantos dons diferentes porque somos todos filhos de Deus e todos somos amados de um modo √ļnico. Ai de n√≥s se tais dons se tornarem motivo de inveja, de divis√£o, de ci√ļmes! Como recorda o ap√≥stolo Paulo no capitulo 12 da sua primeira Carta aos Cor√≠ntios, todos os carismas s√£o importantes aos olhos de Deus e, ao mesmo tempo, ningu√©m √© insubstitu√≠vel.

Quem afirma que n√£o √© feliz, poderia s√™-lo com a felicidade do pr√≥ximo, se a inveja lhe n√£o tirasse esse √ļltimo recurso.

Mas, que luz é essa que ali aparece, naquela janela? A janela é o oriente, e Julieta o sol. Sobe, belo astro, sobe e mata de inveja a pálida lua.

Precisamos desalojar o √≥dio, a inveja, o ci√ļme, a disc√≥rdia de n√≥s mesmos, para que possamos chegar a uma solu√ß√£o em mat√©ria de paz, de modo a sentirmos que os tempos s√£o chegados para a felicidade humana.

H√°, mesmo, inveja da boa. Inveja que faz andar, que faz mexer, que faz fazer. Inveja de quem faz o bom ‚Äď e √© s√≥ a inveja de quem faz o bom que cria o excelente. E √© s√≥ a inveja de quem cria o excelente que cria a perfei√ß√£o. Sem inveja, o mundo era metade do que √©.

Se a √≠ntima ang√ļstia de cada um se lesse escrita na cara, muitos dos que inspiram inveja s√≥ fariam pena.