Frases sobre Areia

29 resultados
Frases de areia escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Veja o mundo num grão de areia, veja o céu em um campo florido, guarde o infinito na palma da sua mão, e a eternidade em uma hora da vida.

N√≥s todos somos turistas, algum dia. Mesmo o mais pobrezinho um dia toma um √īnibus e vai para o interior, visitar uma av√≥; [‚Ķ] Quem √© que n√£o precisa de contato com a natureza, um banho de cachoeira, um castelo na areia, uma caminhada nas matas, olhar as vaquinhas no pasto, sentir o vento debaixo de um coqueiral, tomar uma cervejinha com os p√©s nas √°guas frias do macei√≥? [‚Ķ] Quebrar a rotina, ver novas paisagens, novos comportamentos, esquecer os problemas, as regras, o frio, a neve, a parede da pr√≥pria casa, a janela que d√° para outra janela, o cimento diante de cimento‚Ķ

Caminho eternamente por essas praias, Entre a areia e espuma. A maré alta apagará minha pegadas, E o vento soprará a espuma. Porém o mar e a praia permanecerão eternamente.

A humanidade masculina divide-se em dois grupos: areia ou falésia. A mulher é sempre o oceano.

Por mais que façamos, nunca conheceremos o descanso, a suave quietude das coisas. Caminharemos sempre sobre areia movediça.

N√£o queiras existir sem erros. As vestes de imperador conservam um homem assustado. Repara na ang√ļstia amargosa com que tenta manter fronteiras e castelos de areia contra as ondas do oceano. N√£o queiras fronteiras. Quer antes a dist√Ęncia, os teus bra√ßos a afastarem-se sem horizonte, as tuas palavras a desfazerem-se no ar. A imperfei√ß√£o √© muito mais bonita do que a perfei√ß√£o porque a perfei√ß√£o n√£o existe. Ou, se existe, est√° ao lado do erro, faz parte dele.

Como epígrafes num alfabeto indecifrável, do qual metade das letras tenham sido apagadas pelo esmeril do vento pesado de areia, assim permanecereis, perfumarias, para o homem futuro sem nariz.

√ď meu Deus, isto √© a minha alma:
qualquer coisa que flutua sobre este
corpo efêmero e precário,
como o vento largo do oceano sobre
a areia passiva e in√ļmera…

O meu ritmo √© esse. O diabo √© que acabo deixando tamb√©m a mente solta, a vagar pelo espa√ßo. E minha imagina√ß√£o rola com as ondas na areia de Ipanema, e se perde na dist√Ęncia azul do mar.

Jovens e nus frente ao mar, est√£o presentes em cada c√©lula do seu corpo. Mas a vida que t√™m √© demais para eles e n√£o sabem que fazer dela. Emergem da √°gua rutilantes e riem. Depois deitam-se na areia, gastam o dia e a noite a amar-se, a embebedar-se, a estoirar todo o prazer e for√ßas que t√™m. E ficam ainda com vida por gastar. √Č desses sobejos j√° com bolor que ter√£o de viver depois na velhice.