Frases sobre Filhos

365 resultados
Frases de filhos escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

… o quintal existe para vocês terem lembranças, não se esqueçam de fazer um quintal para seus filhos.

Adiei o momento de contar histórias porque tinha outras coisas para fazer. Só depois de ter feito tudo o que queria – o meu lugar na universidade, os ensaios publicados, dois filhos – perguntei-me: ‘O que vou fazer agora?’. Vou contar histórias.

Aquele que é incapaz de crer que ele próprio é filho de Deus, também não será capaz de crer que os outros são filhos de Deus. Aquele que prega sermões, dizendo: ‘Pecador, acabarás no inferno!’, acabará ele próprio no inferno.

Que o pai esteja presente na família. Que esteja próximo da mulher, para compartilhar tudo. E que esteja próximo dos filhos no seu crescimento; quando brincam e quando se aplicam, quando estão despreocupados e quando estão angustiados, quando se manifestam e quando estão taciturnos, quando ousam e quando têm medo, quando dão um passo errado e quando reencontram o caminho. Dizer presente não é o mesmo que dizer controlador! Porque os pais demasiadamente controladores anulam os filhos, não os deixam crescer.

Se, portanto, há alguém que possa explicar, até bem ao fundo, a oração do pai-nosso, ensinada por Jesus, é justamente quem vive na primeira pessoa a paternidade. Sem a graça que vem do Pai que está nos Céus, os pais perdem a coragem e abandonam o terreno. Mas os filhos precisam de encontrar um pai que os espere quando regressam dos seus fracassos.

O Presépio e a árvore de Natal são sinais natalícios sempre sugestivos e queridos para as nossas famílias cristãs: lembram-nos o mistério da Encarnação, o Filho unigénito de Deus feito homem para nos salvar e a luz que Jesus trouxe ao mundo com o Seu nascimento. Mas o Presépio e a árvore tocam o coração de toda a gente, mesmo daqueles que não acreditam, porque falam de fraternidade, de intimidade e de amizade.

Um filho ama-se porque é filho: não porque é bonito, ou porque é assim ou assado. Não. Porque é filho! Não porque pensa como eu ou encarna os meus desejos. Um filho é um filho: uma vida gerada por nós mas que lhe é destinada a ele, ao seu bem, ao bem da família, da sociedade, da humanidade inteira.

Todos somos tocados pelas maravilhas do Deus feito menino na gruta de Belém, pelo espanto do Filho de Deus que por amor de nós Se torna Filho de Maria e Se faz pequeno e frágil. Estamos vigilantes e rezamos para que esta luz interior não se dilua e a fim de que possamos trazer para a nossa vida quotidiana, familiar e profissional, a alegria da fé, que se exprime na caridade, na benevolência, na ternura.

Os nossos pais, piores do que os seus, geraram-nos
ainda mais celerados do que eles; nós, por nossa vez, geraremos
filhos ainda mais perversos do que nós.

Diz Jesus: «E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou campos por causa do Meu nome, receberá cem vezes mais e terá por herança a vida eterna» (Mateus 19:29). Tudo isto tem a sua raiz no amor.

Acho que quando nos casamos é para ter filhos. (…) Verá como é doce ocuparmo-nos das nossas crianças, e espero de todo o meu coração que esta ocupação lhe chegará brevemente. (…) Ter filhos é na verdade a maior felicidade que possa acontecer a uma jovem mulher. (…) Acho que quando se ama o nosso marido, deseja-se e gosta-se de os ter.

O selo do batismo nunca se perde! E se uma pessoa se torna um bandido e se mancha com as piores injustiças e os piores delitos, o selo desaparece? Não. Aquela pessoa continua ser filha de Deus, uma filha que age contra Deus, mas Deus jamais renega os Seus filhos.

Recebemos tantos dons diferentes porque somos todos filhos de Deus e todos somos amados de um modo único. Ai de nós se tais dons se tornarem motivo de inveja, de divisão, de ciúmes! Como recorda o apóstolo Paulo no capitulo 12 da sua primeira Carta aos Coríntios, todos os carismas são importantes aos olhos de Deus e, ao mesmo tempo, ninguém é insubstituível.

Quando estás doente, quando tens um problema de família, com os filhos, com a filha, com a mulher, com o marido; quando vês que o ordenado não chega ao fim do mês e tens um filho doente e vês que não podes pagar o empréstimo da casa e tens de te ir embora… Jesus diz-nos: «Não tenhas medo!»

Deus Pai cria por meio da Sua palavra, e o Seu Filho é a palavra feita carne. O amor nutre-se de palavras, como também a educação e a colaboração.

Agrada-me ver a santidade no paciente povo de Deus: nos pais que criam com tanto amor os filhos, nos homens e nas mulheres que trabalham para levar o pão para casa, nos doentes, nas religiosas idosas que continuam a sorrir. Nessa constância para andar em frente dia após dia vejo a santidade da Igreja. Esta é tantas vezes a santidade «da porta ao lado», daqueles que vivem perto de nós e são um reflexo da presença de Deus.