Frases sobre Perguntas

149 resultados
Frases de perguntas escritos por poetas consagrados, filósofos e outros autores famosos. Conheça estes e outros temas em Poetris.

Lembrai-vos de viver antes de quererdes saber o para quê; e verificareis que, tendo vivido, a pergunta deixa de ter sobre vós o seu peso terrível.

[O Trágico Dilema] Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

Talvez a pergunta vazia fosse apenas para que um dia alguém não viesse a dizer que ela nem ao menos havia perguntado. Por falta de quem lhe respondesse ela mesma parecia se ter respondido: é assim porque é assim.

Job é a imagem de todos os homens e de todas as mulheres que sofrem. Job é o grito de todas as criaturas humanas perante o sofrimento. Na sua desgraça, lamenta-se e pergunta: «Porquê?»

A educação é sempre um fazer nascer a pergunta antes de dar a resposta. A educação é um fazer nascer, é um fazer crescer, coloca-se na dinâmica do dar vida.

Recordo que, uma vez, quando era pároco, durante a missa das crianças, no dia de Pentecostes, fiz esta pergunta: «Quem sabe quem é o Espírito Santo?» E todas as crianças levantaram a mão. Uma delas respondeu: «O paralítico!» Tinha ouvido «Paráclito» e tinha percebido «paralítico»! É assim: o Espírito Santo é sempre um pouco o desconhecido da nossa fé.

Também eu, na minha juventude, fiz a mim mesmo esta pergunta: «Que caminho devo escolher?» Mas tu não deves escolher nenhum caminho; quem o deve escolher é o Senhor! Jesus escolheu-o, tu deves voltar-te para Ele e perguntar: «Senhor, o que devo fazer?» Esta é prece que um jovem deve fazer: «Senhor, que queres Tu de mim?»

Qual de nós à noite, antes de acabar o dia, fica sozinho e, no silêncio, pergunta a si mesmo: «O que aconteceu hoje no meu coração? O que aconteceu? Como atravessaram as pessoas o meu coração?»

Não se preocupe em entender. Viver ultrapassa todo entendimento. Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Eu sou uma pergunta?.

O homem realmente culto não se envergonha de fazer perguntas também aos menos instruídos.

Nós estamos a assistir ao que eu chamaria a morte do cidadão e, no seu lugar, o que temos e, cada vez mais, é o cliente. Agora já ninguém nos pergunta o que é que pensamos, agora perguntam-nos qual a marca do carro, de fato, de gravata que temos, quanto ganhamos…