Citação de

A Promiscuidade Tira a Vontade

O que √© a experi√™ncia? Nada. √Č o n√ļmero dos donos que se teve. Cada amante √© uma coronhada. S√£o mais mil no conta-quil√≥metros. A experi√™ncia √© uma coisa que amarga e atrapalha. N√£o √© um motivo de orgulho. √Č uma coisa que se desculpa. A experi√™ncia √© um erro repetido e re-repetido at√© √† exaust√£o. Se √© dif√≠cil amar um enganador, mais dif√≠cil ainda √© amar um enganado.
Desengane-se de vez a rapaziada. Nenhuma mulher gosta de um homem ¬ęexperiente¬Ľ. O n√ļmero de amantes anteriores √© uma coisa que faz um bocadinho de nojo e um bocadinho de ci√ļme. O pudor que se exige √†s mulheres n√£o √© um conceito ultrapassado ‚ÄĒ √© uma excelente ideia. S√≥ que tamb√©m se devia aplicar aos homens. O pudor valoriza. 0 sexo √© uma coisa trivial. √Č por isso que temos de torn√°-lo especial. Ir para a cama com toda a gente √© pouco higi√©nico e dispersa as energias. Os seres castos, que se reprimem e se guardam, tornam-se tigres quando se libertam. E s√≥ se libertam quando vale a pena. A castidade √© que √© ¬ęsexy¬Ľ. Nos homens como nas mulheres. A promiscuidade tira a vontade.
Uma mulher gosta de conquistar n√£o o homem que j√° todas conquistaram, saquearam e pilharam, mas aquele que ainda nenhuma conseguiu tocar. O que √© er√≥tico √© a resist√™ncia, a dificuldade e a raridade. N√£o √© a ¬ęliberdade¬Ľ, a facilidade e a vulgaridade. Isto parece √≥bvio, mas √© o contr√°rio do que se faz e do que se diz. Porque ser√° escandaloso dizer, numa √©poca hippificada em que a virgindade √© vergonhosa e o amor √© bom por ser ¬ęlivre¬Ľ, que as mulheres querem dos homens aquilo que os homens querem das mulheres? Ser conquistador √© ser conquistado. Ningu√©m gosta de um ser conquistado. O que √© preciso conquistar √© a castidade.